Yu-gi-oh!

Yu-gi-oh!
dragão branco de olhos azuis, dragão luminoso de olhos azuis e dragão supremo de olhos azuis.

quinta-feira, 29 de novembro de 2012

terça-feira, 27 de novembro de 2012

domingo, 25 de novembro de 2012

sexta-feira, 23 de novembro de 2012

quarta-feira, 21 de novembro de 2012

segunda-feira, 19 de novembro de 2012

sábado, 17 de novembro de 2012

quinta-feira, 15 de novembro de 2012

terça-feira, 13 de novembro de 2012

domingo, 11 de novembro de 2012

sexta-feira, 9 de novembro de 2012

quarta-feira, 7 de novembro de 2012

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Gifs de alguns digimons 14.

Diatrymon

Hawkmon - Shurimon

Mail Birdramon

Hawkmon - Holsmon

Mercuremon - Sefirotmon

Scorpiomon

Shoutmon X3GM

Vegiemon

sábado, 3 de novembro de 2012

Besouro Azul.


Besouro Azul (Blue Beetle) é um personagem publicado pela DC Comics. O primeiro Besouro Azul foi criado em 1939 pela Fox Feature Syndicate.
Os direitos e o nome do personagem foram vendidos para a Charlton Comics, que logo lançou sua própria versão. Juntamente com os demais "Heróis de Ação" da Charlton, seus direitos seriam comprados posteriormente pela DC Comics. O Besouro Azul da DC é indiscutivelmente o mais popular e conhecido a usar o nome.

Dan Garret
Versão da Fox.

Dan Garret, um jovem patrulheiro filho de um policial assassinado por um criminoso. Para fazer justiça, Dan desenvolveu um traje à prova de balas feita de uma malha de aço “tão fina e leve quanto seda” e podia ganhar força sobre-humana ingerindo a misteriosa vitamina 2X, inventada pelo farmacologista Dr. Franz, vizinho do herói e que participou muito da série nas primeiras edições.
Muito popular durante toda a década de 40, o Besouro Azul teve uma tira nos jornais durante um curto período, no qual Jack Kirby colaborou sob um pseudônimo, além de uma novela de rádio com 48 episódios de 30 minutos cada. Começou a ser publicado em Mystery Men Comics número 1 de 1939.
Quando os super-heróis perderam prestígio no começo dos anos 50, a Fox suprimiu os elementos mais fantásticos do gênero no personagem e o transformou em um combatente do crime mais “comum” até o fim de sua série, antes de ser vendido para a Charlton Comics.

Versão da Charlton.

Com o nascimento da Era de Prata dos super-heróis, a Charlton decidiu remodelar completamente o personagem, mantendo apenas o nome e criando poderes e uma origem nova. Publicado a partir de 1955. Enquanto investigava a recém-descoberta tumba do lendário faraó maligno Kha-ef-re, o Dr. Dan Garrett, arqueólogo, descobriu um escaravelho azul no topo do sarcófago dourado do faraó. Ao tocar a gema do escaravelho, ele repentinamente se encontrou na presença do que parecia ser a representação humana do antigo Deus egípcio Khep-ra. O Deus disse a Garrett que ele era um homem de coragem e honra, e que havia sido escolhido para se tornar o campeão da humanidade. Daquele momento em diante, quando Garrett segurasse o objeto sagrado e pronunciasse as palavras místicas "Kaji Dha", se transformaria no Besouro Azul.
Este Besouro Azul possuía incrível força, capacidade de vôo, visão de raios-x e a habilidade de atirar raios energéticos. Sua armadura era feita de uma cota de malha especial.
Ted Kord
Mais tarde, o manto seria passado a Ted Kord, porém sem os superpoderes, mas com uma nave em forma de besouro que se tornou sua marca registrada.
Mais tarde, a própria Charlton criou uma nova versão do herói, concebida por Steve Ditko
(famoso por ter sido o artista original do Homem-Aranha e ter criado outro personagem da
Charlton, o Questão). O personagem estreou em novembro de 1966, no número 83 da revista
Capitain Atom, com roteiro de Gary Friedrich.
O Besouro Azul com Ted Kord saia como um tapa-buracos na revista do Capitão Átomo nas
edições 83 a 86, de Novembro de 1966 a Junho de 67. Depois ele ganhou um título próprio que
durou cinco edições, de Junho a Novembro de 67. Uma sexta edição foi produzida, mas saiu na
revista Charlton Portfolio da editora CPL/Gang. A revista do Besouro trazia também histórias
do Questão e na edição 5 houve uma trama que começava na história do Besouro e fechava na
do Questão, mas os personagem não chegaram a trabalhar juntos no caso.
Foi criada uma origem na edição número 2 ligando Ted Kord e o antigo Besouro Azul.
Revelaram que Ted era ex-aluno de Dan Garret e, quando os dois estavam investigando o tio
de Ted, Jarvis, descobriram que ele estava criando um exército de andróides para dominar a
Terra. Garrett se transformou no Besouro, mas foi morto na batalha. A beira da morte ele
passou a responsabilidade de ser o Besouro para Ted, mas não teve tempo de lhe passar o
escaravelho místico.
Essa foi à saída que Ditko encontrou para criar um personagem sem poderes como ele queria.
Ao invés de superpoderes obtidos de uma fonte mística, Ted Kord usava sua habilidade natural
como atleta e seus inventos para combater o crime.

Versão da DC.

A DC adquiriu os direitos do Besouro Azul e outros heróis da Charlton em meados da década
de 80 e os inseriu em Crise nas Infinitas Terras para incorpora-los ao Universo DC. Nesse
período o Besouro Azul teve série própria escrita por Len Wein. Uma história publicada em
Secret Origins #2 explicava como teriam as carreiras de Dan Garret e Ted Kord no universo
unificado pós-Crise.
Quando Alan Moore começou a desenvolver o argumento de Watchmen, a DC pretendia usar
os heróis adquiridos da Charlton, mas voltou atrás e Moore resolveu criar novos personagens
que fossem inspirados naqueles heróis. Assim, as duas versões do Besouro Azul serviram de
referência para o Coruja Noturna I e II.
A caracterização de Kord desde então oscilou entre o industrial bem sucedido, dono de sua
própria companhia, Kord Industries, e um homem em dificuldade financeira, sempre
acompanhando seu grande amigo Gladiador Dourado em planos para conseguir dinheiro fácil
e sucesso.
Jaime Reyes
Durante toda a década de 90 o Besouro Azul esteve longe dos holofotes do Universo DC e fez
apenas algumas aparições em A Morte do Superman e Aves de Rapina, até a Liga de a Justiça
Internacional voltar em dois especiais, Já Fomos a Liga da Justiça (2000) e Não Acredito Que
Não É A Liga da Justiça (2003).
Em Contagem Regressiva para a Crise Infinita, Ted Kord descobriu a verdadeira face do Xeque-Mate, comandado pelo antigo diretor da LJI Maxell Lord. A edição mostra todo o drama de Ted, sendo um herói de segundo escalão que não é levado a sério e se vê sozinho diante da maior ameaça ao Universo DC nos últimos tempos.
Nesta mesma história, revelou-se que Ted Kord mantinha o antigo escaravelho de Dan Garrett consigo.
Durante os eventos ocorridos em Crise Infinita, um jovem chamado Jaime Reyes achou o escaravelho que dá poderes do besouro a quem o possuir e se tornou o novo Besouro Azul.


Retirado do site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Besouro_Azul

http://popbaloes.com/pers/besouro.htm

quinta-feira, 1 de novembro de 2012

Related Posts with Thumbnails