Yu-gi-oh!

Yu-gi-oh!
dragão branco de olhos azuis, dragão luminoso de olhos azuis e dragão supremo de olhos azuis.

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

sábado, 28 de dezembro de 2013

Imagens legais 5.

Dukemon

Dukemon crimson mode

Yoruichi

SaberLeomon

Aldebaran de Touro.

Atena e os Cavaleiros de Ouro

Zekrom

Reshiram

quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Natal.

O Natal é um feriado comemorado anualmente em 25 de Dezembro, que comemora o nascimento de Jesus. A data de comemoração do Natal não é conhecida como o aniversário real de Jesus e pode ter sido inicialmente escolhida para corresponder com qualquer festival histórico Romano ou com o solstício de inverno. O Natal é o centro dos feriados de fim de ano e da temporada de férias, sendo, no Cristianismo, o marco inicial do Ciclo do Natal que dura doze dias.
Embora tradicionalmente seja um feriado cristão, o Natal é amplamente comemorado por muitos não cristãos, sendo que alguns de seus costumes populares e temas comemorativos têm origens pré-cristãs ou seculares. Costumes populares modernos típicos do feriado incluem a troca de presentes e cartões, a Ceia de Natal, músicas natalinas, festas de igreja, uma refeição especial e a exibição de decorações diferentes; incluindo as árvores de Natal, pisca-piscas e guirlandas, visco, presépios. Além disso, o Papai Noel é uma figura mitológica popular em muitos países, associada com os presentes para crianças.
Como a troca de presentes e muitos outros aspectos da festa de Natal envolvem um aumento da atividade econômica entre cristãos e não cristãos, a festa tornou-se um acontecimento significativo e um período chave de vendas para os varejistas e para as empresas.

Pré-cristianismo.

Segundo estudos, a data de 25 de dezembro não é a data real do nascimento de Jesus. A Igreja entendeu que devia cristianizar as festividades pagãs que os vários povos celebravam por altura do solstício de Inverno.
Portanto, segundo certos eruditos, o dia 25 de dezembro foi adotado para que a data coincidisse com a festividade romana dedicada ao "nascimento do deus sol invencível", que comemorava o solstício de inverno. No mundo romano, a Saturnália, festividade em honra ao deus Saturno, era comemorada de 17 a 22 de dezembro; era um período de alegria e troca de presentes. O dia 25 de dezembro era tido também como o do nascimento do misterioso deus persa Mitra, o Sol da Virtude.
Assim, em vez de proibir as festividades pagãs, forneceu-lhes um novo significado, e uma linguagem cristã. As alusões dos padres da igreja ao simbolismo de Cristo como "o sol de justiça" (Malaquias 4:2) e a "luz do mundo" (João 8:12) revelam a fé da Igreja naquele que é Deus feito homem para nossa salvação.
Há muito tempo se sabe que o Natal tem raízes pagãs. Por causa de sua origem não bíblica, no século 17 essa festividade foi proibida na Inglaterra e em algumas colônias americanas. Quem ficasse em casa e não fosse trabalhar no dia de Natal era multado. Mas os velhos costumes logo voltaram, e alguns novos foram acrescentados. O Natal voltou a ser um grande feriado religioso, e ainda é em muitos países.

Símbolos e tradições do Natal.

Árvore de Natal.
Árvore de Natal.

Representa a vida renovada, o nascimento de Jesus. O pinheiro foi escolhido por suas folhas sempre verdes, cheias de vida. Essa tradição surgiu na Alemanha, no século 16. As famílias
germânicas enfeitavam suas árvores com papel colorido, frutas e doces. Na Roma Antiga, os Romanos penduravam máscaras de Baco em pinheiros para comemorar uma festa chamada de "Saturnália", que coincidia com o nosso Natal.




                         Presentes
Presentes.

Simbolizam as ofertas dos três reis magos. O Ano Novo romano tinha distribuição de mimos para crianças pobres.






Músicas natalinas.
Músicas natalinas.

As canções natalinas são símbolos do Natal e as letras retratam as tradições das comemorações, o nascimento de Jesus, a paz, a fraternidade, o amor, os valores cristãos. Os Estados Unidos têm antiga tradição de celebrar o Natal com músicas típicas. No Brasil, esta tradição, além das familiares, só se tornou comercial popular nos anos 1990, com o Cd 25 de Dezembro lançado pela cantora Simone.





Presépio
Presépio.

A tradição católica diz que o presépio surgiu em 1223, quando São Francisco de Assis quis celebrar o Natal de um modo o mais realista possível e, com a permissão do Papa, montou um presépio de palha, com uma imagem do Menino Jesus, da Virgem Maria e de José, juntamente com um boi e um jumento vivos e vários outros animais. As ordens religiosas se incumbiram de divulgar o presépio, a aristocracia investiu em montagens grandiosas e o povo assumiu a tarefa de continuar com o ritual.

Velas

 Velas.

Representam a boa vontade. No passado europeu, apareciam nas janelas, indicando que os moradores estavam receptivos.









Estrela
 Estrela.

No topo do pinheiro, representa a esperança dos reis-magos em encontrar o filho de Deus. A estrela guia os orientou até o estábulo onde nasceu Jesus.






Cartões
 Cartões.

Surgiram na Inglaterra em 1843, criados por John C. Horsley que o deu a Henry Cole, amigo que sugeriu fazer cartas rápidas para felicitar conjuntamente os familiares.






Panetone
 Comidas típicas.

O simbolismo que o alimento tem na mesa vem das sociedades antigas que passavam fome e encontrava na carne, o mais importante prato, uma forma de reverenciar a Deus.






Decorações natalinas
 Decorações natalinas.

Outra tradição do Natal é a decoração de casas, edifícios, elementos estáticos, como postes, pontes e árvores, estabelecimentos comerciais, prédios públicos e cidades com elementos que representam o Natal, como, por exemplo, as luzes de natal e guirlandas. Em alguns lugares,
existe até uma competição para ver qual casa, ou estabelecimento, teve a decoração mais bonita, com direito a receber um prémio.



Amigo secreto
 Amigo secreto ou oculto.

No Brasil, é muito comum à prática entre amigos, funcionários de uma empresa, amigos e colegas de escola e na família, da brincadeira do amigo oculto. Essa brincadeira consiste de cada pessoa selecionar um nome de outra pessoa que esteja participando desta e presenteá-la no dia, ou na véspera. A brincadeira se popularizou no ano de 1929, em plena depressão onde não tinha dinheiro para comprar presentes para todos se fazia a brincadeira para que todos pudessem sair com presentes.


 O "Feliz Natal" no mundo.

Brasil: Feliz Natal


Bélgica: Zalige Kertfeest


Bulgária: Tchestito Rojdestvo Hristovo, Tchestita Koleda


Portugal: Boas Festas


Dinamarca: Glaedelig Jul


EUA: Merry Christmas


Inglaterra: Happy Christmas


Finlândia: Hauskaa Joulua


França: Joyeux Noel


Alemanha: Fröhliche Weihnachten

Grécia: Eftihismena Christougenna


Irlanda: Nodlig mhaith chugnat


Romênia: Sarbatori vesele


México: Feliz Navidad


Holanda: Hartelijke Kerstroeten


Polônia: Boze Narodzenie


Retirado do site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Natal

http://www.arteducacao.pro.br/homenagem/Natal/natal.htm 




domingo, 22 de dezembro de 2013

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

sábado, 14 de dezembro de 2013

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

domingo, 8 de dezembro de 2013

segunda-feira, 2 de dezembro de 2013

Related Posts with Thumbnails