Yu-gi-oh!

Yu-gi-oh!
dragão branco de olhos azuis, dragão luminoso de olhos azuis e dragão supremo de olhos azuis.

terça-feira, 29 de setembro de 2015

domingo, 27 de setembro de 2015

Gaara.


Gaara ( 砂瀑の我愛羅Sabaku no Gāra) um ninja da Vila Oculta da Areia e Jinchuriki do Shukaku ganhou o apelido de "Gaara do deserto" (砂瀑の我愛羅, Sabaku no Gaara . Na Parte II, ele se tornou o Quinto Kazekage (五代目风影, Kazekage Godaime , literalmente significa " Quinta Sombra do Vento ") de Sunagakure e o Comandante Regimental das Forças Aliadas Shinobi durante a Quarta Guerra Mundial Shinobi.

Aparência.


Como Naruto, Gaara é um pouco menor do que os Garotos de sua idade, o que é devido ao fato de que ele nasceu prematuramente. Ele tem pele clara cabelo e curto, espetado, cabelo ruivo.
Gaara não tem sobrancelhas ou distintivos. Ele tem duas características muito notáveis em sua aparência: em primeiro lugar, ele tem tanuki-como os anéis de olho preto, tê-los desde o seu nascimento. Em segundo lugar, ele esculpiu o kanji "amor" (爱, ai), no lado esquerdo da testa, tendo desde a traição de Yashamaru. O cabelo de Gaara é separado do lado esquerdo, fazendo o kanji mais visível. Matsuri e Sari que ambos parecem ter uma queda por Gaara, o descreveram como o tipo forte e silencioso, de elite e muito bonito.


Passado.

Gaara é um ninja da Vila Oculta da Areia. Durante seu nascimento, teve selado em seu corpo, por Chiyo-sama, uma temível criatura conhecida como Shukaku, o Bijuu de uma cauda. Isso foi um fator preponderante para a morte de sua mãe Karura. Desde então quando era criança, era odiado e temido por todos de sua vila, inclusive pelo seu próprio pai, o Quarto Kazekage que culpava seu filho pela morte de sua mulher. Assim como Gaara, Naruto sofreu as mesmas humilhações, por ambos serem Jinchurikis. Porém, Naruto ganhou amigos, e ensinou a Gaara a importância de protegê-los, ambos tornaram-se amigos. A morte da mãe de Gaara deve-se ao fato dele ter um Bijuu em seu corpo e a capacidade de manipular a areia, tal como a mesma areia o protegia devido uma proteção especial de sua mãe antes de morrer. A única pessoa no qual Gaara podia contar era com o seu único tio Yashamaru presente em sua vida. Quem diria que aquele homem que dizia a Gaara para amar as pessoas, tentou matá-lo dizendo que o odiava por ele ter sido a causa da morte de sua irmã, que seria a mãe de Gaara. Como falhou na primeira tentativa, se utiliza de selos bomba, numa ultima tentativa que é em vão, pois a areia o protege. Traumatizado por saber que a única pessoa que ele amava o odiava, Gaara não se contém e libera outra personalidade, se tornando extremamente frio e com uma ansiedade de matar as pessoas. Após a morte de seu tio, Gaara faz em sua testa usando a areia um Kanji que significa "Amor" (Pronucia-se 'Ai' em japonês).


Naruto Clássico.

Exame Chunnin.


Após alguns anos, na Vila Oculta da Folha é organizado mais um Exame Chunnin. Este exame consiste em, através de diversos desafios escolherem um genin para se tornar um chuunin. Pois bem, Gaara agora com 12 anos juntamente com seus irmãos Temari e Kankurou, são inscritos neste exame.
Na primeira prova do Exame Chunnin, os genins se deparam com uma prova escrita com 9 questões. A décima seria lida mais tarde pelo examinador. O objetivo do teste era recolher as informações necessárias para responder as questões, já que aparentemente eram questões difíceis demais para genins. Para isso, entre os genins havia certas pessoas que continham as respostas. Gaara usufruindo de uma das suas habilidades cria um "terceiro olho" para olhar para a prova de uma dessas pessoas. Com isso ele consegue passar do teste, já que para passar era necessário apenas ir até o fim sem desistir da prova.
Já na segunda prova, eles teriam que atravessar uma perigosíssima floresta também conhecida como "Floresta da Morte". A examinadora era Mitarashi Anko, e o objetivo desta prova era chegar à torre principal situada no centro da floresta. Mas para passar era necessário que cada grupo chegasse à torre com dois pergaminhos: Pergaminho do Céu e Pergaminho da Terra. Só que cada grupo recebeu apenas um deles, ou seja, teria que derrotar outro trio e adquirir o pergaminho certo para passar. Gaara junto com seus irmãos são os primeiros a chegar, sem nenhum arranhão e em um tempo recorde.

Na terceira fase, visto que ainda sim havia muitos que conseguiram chegar, propuseram batalhas 1x1 entre eles. Assim diminuiria o número de genins e facilitaria para a terceira fase. A luta de Gaara foi a penúltima, onde lutou contra um exímio lutador de taijutsu, Rock Lee. Por utilizar a areia a seu belo prazer e ter uma armadura de areia quase impenetrável, Gaara iniciou a luta em vantagem, visto que poderia se defender dos ataques físicos de Lee. Mas este virou a luta, ao aumentar incrivelmente sua velocidade e, portanto podendo atingir Gaara diversas vezes e danificar sua armadura. Mas no fim a vitória foi dada a Gaara, quando o sensei de Lee interveio na luta protegendo seu aluno de um ataque devastador de Gaara, após Lee ter usado a Lótus Oculta.

Luta contra Sasuke.

Depois na final ele luta contra Sasuke, mas Gaara começa a despertar o Shukaku mostrando o verdadeiro motivo de estar ali com seus irmãos: Uma guerra entre o País do Vento e o País do Fogo. A missão acaba falhando, pois Gaara quer continuar lutando contra Sasuke para matá-lo e "provar sua existência", ele tem mais uma luta com Sasuke Uchiha. Gaara esta na forma shukaku, ele ia matando Sasuke, pois a marca da maldição o impede de se movimentar, e então Gaara avança em Sasuke, numa tentativa de mata-lo.
Quando Gaara vai dar um golpe em Sasuke, Naruto chega com Sakura e um cachorro ninja invocado por Kakashi. Invocando Gamabunta com uma parte do chakra da Kyuubi, consegue despertar Gaara que havia usado o Tanuki Neiri no Jutsu para despertar completamente o Shukaku, assim, ambos ficam sem chakra e Gaara para de lutar, pois havia decidido "brincar" com Naruto antes de matar a todos, esperando que Naruto fugisse, mas Naruto não fugiu mostrando a Gaara o que é amor ao tentar defender seus amigos, Sasuke e Sakura.
Gaara aparece novamente durante o resgate de Sasuke para ajudar Rock Lee a derrotar Kimimaro e tem sucesso, pois Kimimaro estava com uma doença, por não salvar Sasuke voltam para a Vila Oculta da Folha e depois para Aldeia da Areia.


Naruto Shippuuden.

Depois de dois anos e meio, Gaara, agora com 15 anos de idade, torna-se o Kazekage sendo o Kage mais novo da história.

A Akatsuki invade a Aldeia da Areia.

Gaara é atacado por Deidara, durante essa luta Gaara tinha a vantagem, mas para salvar a sua vila Gaara teve que abdicar de toda a areia deixando-se sem defesas e Deidara aproveita para o deixar inconsciente, para levá-lo a Akatsuki para tirar o Uma-Cauda dele.
O Time Kakashi e o Time Gai, juntamente com Chiyo, vão ao resgate de Gaara. Eles não conseguem chegar a tempo de evitar que a Akatsuki retire o Uma-Cauda dele, mas no final das lutas recuperam seu corpo, morto após perder o Uma-Cauda, e Chiyo usa um jutsu para se sacrificar e reviver Gaara. Gaara então volta vivo, sem o uma cauda.


A 4° Guerra Ninja.

Os Kages de todas as vilas se reúnem na Vila Oculta da Folha para Acerta os últimos detalhes do combate.... Os ninjas estão reunidos e Gaara tem a missão de comandar o Exercito todo. Alguns ninjas começam a brigar uns com os outros Gaara então vê isso e Começa um discurso antes da guerra. Todos então ao ouvir seu discurso ficam muito impressionados, e então os ninjas que brigarão se desculpam os ninjas então o apoiam e assim começou a guerra.


A Batalha dos Kages.

Gaara e Onoki vão enfrentar os antigos Kages, dentre eles estavam: Muu, Segundo Mizukage, Terceiro Raikage e o pai de Gaara o Quarto Kazekage. Enquanto os antigos Kages andavam no deserto, Gaara tenta surpreende-los com uma avalanche de areia, porém a técnica é interrompida pelo Quarto Kazekage que utiliza uma onda de pó de ouro para paralisar a avalanche, ele conta que usou a técnica para parar o Shukaku, Gaara agora tenta paralisa-los com mãos de areia, Muu consegue escapar, porém é surpreendido por seu pupilo Onoki que utiliza o Jinton para atacar seu mestre, porém Muu utiliza outra técnica de Jinton escapando do golpe. O Quarto Kazekage pergunta a Gaara onde esta o Shukaku e este lhe responde que ele sumiu para sempre e que ele não é um Jinchuuriki. Gaara e seu pai começam uma luta entre areia e ouro, então Gaara toma vantagem de seu pai e consegue criar areia em cima do ouro formando uma imagem de sua mãe protegendo-o com areia, depois o Quarto Kazekage diz a Gaara que sua mãe o amou até o final de sua vida, o que deixa Gaara muito emocionado. O Quarto Kazekage pede desculpas pelo que fez com Gaara e Gaara o perdoa libertando sua alma. Gaara tenta selar os outros Kages, porém eles conseguem escapar. O Segundo Mizukage diz que é um usuário de Genjutsu e então ele usa o Kuchiyose no Jutsu invocando um molusco, já o Raikage diz ser um usuário do elemento Raiton e Temari diz que lutara com ele. Enquanto isso Onoki encontra dificuldades ao enfrentar Muu e sua capacidade de ficar invisível.Logo depois, mostra que os ninjas estão com dificuldades em enfrentar o Segundo Mizukage e seu Genjutsu que cria miragens de si mesmo, ele diz que o molusco esta criando as miragens e o verdadeiro se esconde atrás dele. Temari, porém consegue derrotar o Raikage com Fuuton - Mkakeami. Onoki esta com dor nas costas no meio da batalha e quando Gaara vai ajuda-lo... Aparece Naruto se preparando para destruir o antigo Tsuchikage com o Wakusei Rasengan.
Depois do ataque em conjunto de Naruto e Gaara derrubarem o antigo Tsuchikage, Gaara e Onoki imobilizam o antigo Tsuchikage. Naruto, Gaara e Onoki se dividem e Gaara questiona a
Naruto que não precisa participar da luta pelo fato de ser Jinchuuriki, porque Gaara também era um Jinchuuriki, mas Naruto fala para parar de ser tratado como criança e diz que não morreria até conseguir se tornar Hokage. Mais adiante, Temari encontra dificuldades ao enfrentar o Terceiro Raikage, mas Naruto aparece antes de Kabuto fazer uso do Kushiyose do Terceiro Raikage. Zetsu branco encontra dificuldades ao lidar com as chamas negras no escondeirijo da Akatsuki. Assim, Sasuke retira a venda e revela seu novo Sharingan e manifesta seu novo poder do Susanoo.


Madara VS 5 Kages.

Como uma nova batalha começou, Gaara atacou Madara, mas ele bloqueou o ataque e saltou para o chão abaixo. Com isso, Madara começou seu ataque e começou a rasgar com as forças restantes da divisão. Gaara usou sua areia para pegar o braço de Madara, criando uma abertura para um shinobi Kumo para atacar, mas Madara facilmente combateu. Naruto finalmente entrou modo sannin e Ōnoki foram ajudar o que tornou ainda mais rápido e mais fácil de manipular. Gaara usa a areia para puxar para fora de seu Susanoo, e para dentro da trajetória de voo de Naruto usa o Rasenshuriken. Sua combinação falha quando Madara revelou seu Rinnegan e usa o Caminho Preto para absorver os ataques. Madara então se retirou para o topo de uma formação rochosa e convocou um enorme meteorito, que todos os presentes chocados, e causou Gaara a se perguntar se o que era o poder de um deus.
Como o meteorito caiu perto deles, Gaara disse às suas tropas para tentar escapar tanto quanto podiam, enquanto ele ficou para trás, e tentou ajudar Ōnoki, que tinha voado para a rocha, a fim de alivia-lo. Com seus combinados esforços, eles foram capazes de parar o meteorito, mas quando Madara enviou outro bater nele, eles são incapazes de detê-lo. Predominantemente ileso Gaara foi para verificar o Tsuchikage. Como Ōnoki declarou que lutaria Madara, Gaara mudou-se para ajudar um Naruto. Como Ōnoki tropeçou para levantar-se, Gaara usou sua areia para apoiá-lo, dizendo-lhe que iria lutar juntos. Como Madara e Muu são atacados, eles são fustigados por Tsunade e um que chegou ao campo de batalha através da técnica de transferência Celestial. Mei chegou logo através do Trovão Voador e Gaara ficou com o outro Kage, preparado para lutar contra Madara.
Gaara suspende todos acima de Madara técnica e sua tecnica . Como Tsunade advertiu-os para não inalar o pólen, Madara atacou Gaara e o Kage outro por trás e bateu a floresta abaixo de onde eles perdem a consciência após a inalação do pólen. Recuperar a consciência depois de Ōnoki destruiu a floresta , o Kage assistiu em choque como o rosto formado a partir do DNA do Primeiro Hokage se projeta para fora do Madara regeneração, o peito exposto.

Quando Tsunade mudou-se para a linha de frente e os outros Kages confrontando Madara, Gaara não perdeu tempo na oportunidade que foi fornecido para selar Madara dentro de seu deserto Funeral imperial técnica e aplicação de etiquetas de vedação imediatamente após. Declarando que Madara foi selado, Gaara ficou chocado ao ver Tsunade empalado por uma espada Susanoo e depois de ver Madara emergindo de uma das raízes das árvores, e revelou que eles haviam selado um clone de madeira . Depois de Madara observou que cinco-contra-um era um bom começo, ele criou mais clones de madeira, o envio de cinco deles em cada Kage.
Como Gaara lutou com um dos Susanoo’s vestidos de clones, ele foi capaz de salvar Mei de ser espetada em uma espada de um dos clones que ela estava lutando. Com suas atenções em
outros lugares, no entanto, seus próprios oponentes aproveitou a oportunidade para conseguir um ataque surpresa que inicialmente falhou devido

a sua defesa automática, mas é golpeado por um ataque combinado dos clones. Como Gaara concordou com a afirmação de Mei que Madara era muito forte, Ōnoki estimulou o Kage outro para manter lutando, lembrando-lhes que Naruto e o shinobi do mundo tinham confiado seus títulos e que batalha para eles. Motivado, Gaara mudou-se para o lado do Kage, a fim de atrair tudo em um clone em reunir em uma área como o Tsuchikage preparou uma grande escala de Lançamento Poeira. Destacamento da Técnica mundo primitivo que é sucesso em destruir os clones e o verdadeiro Madara parcialmente. Lançando seu ataque colaborativo, areia de Gaara é revelado para ser escondida dentro de A e Mei relâmpago com infusão de Libertação da Água: Água Técnica Bala dragão que ele usou para conter Madara.
Como Gaara começou a selar Madara, este último lançou seu Susanoo completo e destruiu a barricada de areia antes de declarar ao Kage que mesmo o seu poder era inútil contra a forma perfeita Susanoo. Olhando em estado de choque como a construção de Susanoo estabilizado, Gaara e outros Kages são feridos por um único balanço espada do Susanoo. Depois de recuperar o seu pé, Gaara e os outros se levantaram para enfrentar Madara mais uma vez. Quando Madara estava preparado para atacar o Kage, mais uma vez, Gaara olhou em choque como Susanoo Madara sumiu e uma luz de sorte o envolveu. Quando Tsunade desviado tentativa desesperada de Madara para atacá-los uma última vez para cair inconsciente devido ao uso excessivo de sua força de uma técnica de cem, Gaara e do resto do Kage mudou-se para protegê-la do ataque de Madara de acompanhamento como ela caiu no ar e ouviu sobre como Madara declarou que iria romper os laços contratuais do invocador que faria com que ele permanecesse no mundo real e manter todos os benefícios da Reencarnação do mundo impuro. Apesar de sua tentativa de impedir Madara de sair de seu campo de batalha, Gaara e Kage são derrotados e os deixou gravemente feridos.

Força.

Gaara é atualmente o ninja mais forte existente em Sunagakure no Sato. Desde pequeno Gaara já era muito temido por todos da sua vila, por conter um Bijuu dentro dele. Recebeu um dom de defesa absoluta em que a areia lhe protege de todos os ataques. Sempre carrega uma quantidade de areia em sua cabaça nas suas costas para lutar. Além de ter sempre um escudo de areia impenetrável, quebrada pela primeira vez em sua luta com Rock Lee, após este lutador de Taijutsu ter tirado os pesos de seus pés, ganhando força e velocidade incríveis. A areia protetora de Gaara não foi rápida o suficiente. Usou então sua armadura de areia como defesa. Matá-lo é quase impossível. Isso esteve à mostra nessa mesma luta, quando Rock Lee usou o Taijutsu mais avançado da Lótus, que mataria qualquer ninja com uma defesa inferior. Além dessa sua defesa natural, Gaara também possuí outras defesas criadas por ele quando necessário uma delas foi o "casulo de areia" foi mostrado pela primeira vez na terceira etapa do Exame Chunnin na luta contra Sasuke, nessa técnica ele se lacra completamente então não pode mover ou saber o que acontece, por isso combina ela com o "terceiro olho" para que possa ver o que o inimigo esta fazendo ou planejando, o casulo serve tanto para ataque quando para defesa, tem uma defesa quase impenetrável e quando algo chega perto automaticamente ele cria imensos espinhos de areia tentando perfurar o mesmo, o primeiro que o atravessou o foi Sasuke com sua mais nova técnica aprendida no seu treino com Kakashi, o "Chidori". Em sua luta contra Naruto, Gaara mostrou os incríveis poderes de seu Bijuu,quando Suna foi ajudar Vila Oculta da Folha, ele mostrou mais alguns poderosos Jutsus de areia. Na fase Shippuuden, ele mostrou que pode controlar quantidades enormes de areia facilmente, utilizando areia do deserto em volta de sua vila para criar um escudo capaz de defender uma vila toda e criando dezenas de mãos gigantes de areia. Na Reunião dos 5 Kages conseguiu defender ele e seus parceiros facilmente do Amaterasu de Sasuke Uchiha, aumentando mais ainda sua defesa e consequentemente sua força. Gaara é um ninja RANK S.

Missões completadas.

Classe D: 14


Classe C: 59


Classe B: 80


Classe A:
16


Classe S: 07


Curiosidades.

Quando Gaara foi nomeado no Inglês Shonen Jump, seu nome foi traduzido como "Gaara".

Através Naruto capítulo 58, Gaara é visto usando brincos múltiplos.

 No mangá,o Chapeu de Kazekage e Verde. No anime, que era originalmente azul claro. Eles eram como de Naruto Shippuden episódio 199, mostrando o chapéu como Kazekage cor verde.

No Naruto pesquisas de popularidade de personagens, Gaara foi colocado em sétimo e mais recente ele é um dos quatro personagens que estiveram no Top Teen de cada enquete de popularidade do personagem.

 Em vez de ganhar o normal chakra mortalha como o Jinchuriki outro, a areia de Gaara assume a forma de Shukaku em seu lugar.

Retirado do site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Gaara_do_Deserto

http://pt.naruto.wikia.com/wiki/Gaara

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

quarta-feira, 23 de setembro de 2015

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

sábado, 19 de setembro de 2015

quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Voto.


Conheça a história do voto no Brasil.

No dia 23 de janeiro de 1532 que os moradores da primeira vila fundada na colônia portuguesa São Vicente, em São Paulo foram às urnas para eleger o Conselho Municipal.
A votação foi indireta: o povo elegeu seis representantes, que, em seguida, escolheu os oficiais do conselho. Era proibida a presença de autoridades do Reino nos locais de votação, para evitar que os eleitores fossem intimidados.
Somente em 1821 as pessoas deixaram de votar apenas em âmbito municipal. Na falta de uma lei eleitoral nacional, foram observados os dispositivos da Constituição Espanhola para eleger 72 representantes junto à corte portuguesa.


Cortes Portuguesas.

Somente um ano antes da proclamação da Independência, em 1821, ocorreu à primeira eleição brasileira em moldes modernos. Elegeram-se os representantes do Brasil para as Cortes Gerais, Extraordinárias e Constituintes da Nação Portuguesa, após a Revolução Constitucionalista do Porto e a volta do rei dom João 6º a Portugal, em 1820.


Durante o Império.

A primeira Constituição brasileira, outorgada por dom Pedro 1º em 1824, definiu as primeiras normas de nosso sistema eleitoral. Ela criou a Assembleia Geral, o órgão máximo do Poder Legislativo, composto por duas casas: o Senado e a Câmara dos Deputados a serem eleitos pelos súditos do Império. O voto era obrigatório, porém censitário: só tinham capacidade eleitoral os homens com mais de 25 anos de idade e uma renda anual determinada. Estavam excluídos da vida política nacional quem estivesse abaixo da idade limite, as mulheres, os assalariados em geral, os soldados, os índios e evidentemente os escravos.
Outra característica interessante do voto no império era que as votações inicialmente ocorriam em quatro graus: os cidadãos da província votavam em outros eleitores, os compromissários, que elegiam os eleitores de paróquia que, por sua vez, elegiam os eleitores de comarca, os quais, finalmente, elegiam os deputados. Quanto aos senadores, basicamente eram nomeados pelo imperador. Posteriormente o sistema foi simplificado para dois graus, com eleitores de paróquia e de província, até que em 1881, a Lei Saraiva introduziu o voto direto, mas ainda censitário.


Fraudes eleitorais.

Com a independência do Brasil de Portugal, foi elaborada a primeira legislação eleitoral brasileira, por ordem de Dom Pedro 1º. Essa lei seria utilizada na eleição da Assembleias Geral Constituinte de 1824.

Os períodos colonial e imperial foram marcados pelo chamado voto censitário e por episódios frequentes de fraudes eleitorais e também não existia título de eleitor e as pessoas eram identificadas pelos integrantes da mesa apuradora e por testemunhas. Assim, as votações contabilizavam nomes de pessoas mortas, crianças e moradores de outros municípios. Somente em 1842 foi proibido o voto por procuração. Em 1855, o voto distrital também foi vetado, mas essa lei acabou revogada diante da reação negativa da classe política.

Título sem foto.

Em mais uma medida moralizadora, o título de eleitor foi instituído em 1881, por meio da chamada Lei Saraiva. Mas o novo documento não adiantou muito: os casos de fraude continuaram a acontecer porque o título não possuía a foto do eleitor.
Depois da Proclamação da República, em 1889, o voto ainda não era direito de todos. Menores de 21 anos, mulheres, analfabetos, mendigos, soldados rasos, indígenas e integrantes do clero estavam impedidos de votar.


Dois governadores eleitos.

O voto direto para presidente e vice-presidente apareceu pela primeira vez na Constituição Republicana de 1891. Prudente de Morais foi o primeiro a ser eleito dessa forma. Foi após esse período que se instalou a chamada política do café-com-leite, em que o governo era ocupado alternadamente por representantes de São Paulo e Minas Gerais.
O período da República Velha, que vai do final do Império até a Revolução de 1930, foi marcado por eleições ilegítimas. As fraudes e o voto de cabresto eram muito comuns, com os detentores do poder econômico e político manipulando os resultados das urnas. Em uma eleição desse período, ocorrida no Rio de Janeiro, tantos eleitores votaram duas vezes que foi preciso empossar dois governadores e duas Assembléias Legislativas.


Na República.

Ninguém pense que a República modificou rapidamente esse quadro. Na primeira eleição para direta para presidente da República, em 1894, Prudente de Morais. A ampliação do direito de voto a um número cada vez maior de brasileiros aconteceu ao longo do século 20. O voto feminino, por exemplo, data de 1932 e foi exercido pela primeira vez em 1935. Em função da ditadura de Getúlio Vargas, porém, as mulheres só voltaram a votar em 1946. Vale lembrar que a ditadura de Vargas e a dos militares de 64 privaram o eleitorado nacional do voto para presidente por nove vezes e que, em 117 anos de República com 34 presidentes, somente 16 se elegeram pelo voto direto.





Quem vota hoje.

Até a Constituição de 1988, o voto era um direito negado aos analfabetos, um percentual significativo da população, sem falar dos soldados e marinheiros. Não deve causar surpresa, portanto, o fato de presidentes eleitos com números expressivos, como Jânio Quadros, que obteve quase 6 milhões de votos em 1960, terem participado de eleições que mobilizaram somente 10% da população do país.
A partir de 1988, com a Constituição que continua em vigor, o eleitorado aumentou consideravelmente, e veio a ultrapassar a casa dos 100 milhões. Atualmente, o voto é obrigatório para todo brasileiro com mais de 18 anos e facultativo aos analfabetos e para quem tem 16 e 17 anos ou mais de 70 anos. Estão proibidos de votar os estrangeiros e aqueles que prestam o serviço militar obrigatório.


Retirado do site: http://www2.camara.gov.br/agencia/noticias/POLITICA/93439-CONHECA-A-HISTORIA-DO-VOTO-NO-BRASIL.html

http://educacao.uol.com.br/disciplinas/cidadania/eleicoes-no-brasil-a-historia-do-voto-no-brasil.htm



terça-feira, 15 de setembro de 2015

domingo, 13 de setembro de 2015

sexta-feira, 11 de setembro de 2015

quarta-feira, 9 de setembro de 2015

segunda-feira, 7 de setembro de 2015

quinta-feira, 3 de setembro de 2015

Related Posts with Thumbnails