Yu-gi-oh!

Yu-gi-oh!
dragão branco de olhos azuis, dragão luminoso de olhos azuis e dragão supremo de olhos azuis.

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019

Aberturas e Encerramentos 6.

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="270" src="https://www.youtube.com/embed/ql0NtjXIv_s" width="480"></iframe>

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="270" src="https://www.youtube.com/embed/rWo_1-R-EjQ" width="480"></iframe>

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="270" src="https://www.youtube.com/embed/5HZ6IzTJq68" width="480"></iframe>

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="344" src="https://www.youtube.com/embed/hU8bz0WWl8w" width="459"></iframe>

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="270" src="https://www.youtube.com/embed/AhcQL72rPXA" width="480"></iframe>

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="270" src="https://www.youtube.com/embed/y-K731DDpVI" width="480"></iframe>

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="270" src="https://www.youtube.com/embed/AYNqUi4N5H8" width="480"></iframe>

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="270" src="https://www.youtube.com/embed/05Yfbr1d3ic" width="480"></iframe>

sábado, 23 de fevereiro de 2019

Tom e Jerry.


Tom e Jerry é uma das mais tradicionais séries animadas de curta-metragens criada por William Hanna e Joseph Barbera para a Metro-Goldwyn-Mayer, cujo o tema é a eterna rivalidade entre um gato doméstico (Tom) e um rato (Jerry).

Trama e formato.


O centro da trama se baseia geralmente em tentativas frustradas de Tom de capturar Jerry, e o caos e a destruição que se segue. Tom raramente consegue capturar Jerry, principalmente por causa das habilidades do engenhoso ratinho, e também por causa de sua própria estupidez. As perseguições são eletrizantes e sempre vinham acompanhados por boa trilha sonora. Também eram utilizadas diversas armadilhas e truques que no final não davam resultado satisfatório como bombas e ratoeiras, coisas que eram fundamentais na
rivalidade entre o gato e o rato.


Historia.

Tom e Jerry surgiu em fevereiro de 1940, com o seu 1º episódio, que ganhou o titulo de Puss Gets the Boot, onde Tom se chamava Jasper, e o ratinho não tinha ainda seu nome definido. Solicitado pelo produtor Fred Quimby, teve um sucesso incrível, ótima aclamação da crítica e até indicação ao Oscar. Com o
passar do tempo, a MGM lucrava cada vez mais, e assim foram produzidos novos episódios e o gato foi batizado de Thomas, mas acabou ficando mais conhecido como Tom e o ratinho ganhou o nome de Jerry. Foram eles que criaram o cachorro Spike que vivia defendendo o ratinho e dificultando a caçada de Tom, pois por ter seu sono perturbado pelo felino acabava batendo nele. Foi também nessa fase que apareceu a dona de casa onde eles moravam, mas ela jamais foi mostrada do joelhos para cima. Com tudo isso os
161 episódios produzidos para o cinema, foram para a TV, tendo assim um novo palco para seu show.
Mas depois de um tempo sem novos desenhos produzidos, a MGM decidiu produzir novos curtas, e contratou Gene Deitch e seu estúdio, a Rembrandt Filmes e o desenho continuou sendo produzido na cidade de Praga na Checoslováquia. Mas seus desenhos foram muito criticados por adotar um formato totalmente diferente da série original, que abusavam da surrealidade, com muitos efeitos bizarros, além de diversas enfatizações gráficas e assim com o fracasso do desenho na Europa a MGM cancelou o desenho que teve só 13 episódios produzidos entre os anos de 1961 e 1962.
Um ano depois em 1963, o então despedido da Warner Bros Cartoons, Chuck Jones após trabalhar mais de 30 anos lá, criou seu próprio estúdio a "Sib Tower 12 Productions" e deu inicio a uma nova fase do desenho. Deixou sua própria marca no desenho, fazendo várias adaptações nos personagens, fez algumas
mudanças na aparência de Tom, que teve sua sobrancelha mudada e ganhou um tom de cinza mais escuro, e em Jerry que teve seus olhos aumentados e a orelha arredondada. Além de trocar o leão da MGM por Tom, tentando imitar seus gemidos. Ao todo foram 34 episódios produzidos por Chuck Jones.

Em 1975, depois de uma pausa, a dupla Hanna e Barbera resolveu tomar a frente de uma nova fase da série. Mas dessa vez, as brigas e perseguições entre eles ficaram um pouco de lado. Quando foi reiniciada a produção da série, houve uma preocupação com a violência apresentada pelos episódios tradicionais, então para evitar protestos de alguns grupos de pais mais radicais, o gato e o rato agora participariam juntos na solução de mistérios e tramas, Jerry começou até a usar uma gravatinha borboleta! A ideia não foi muio bem
aceita e o desenho acabou sendo cancelado. Depois entre os anos de 1990 e 1993 foram produzidos novos episódios de Tom e Jerry, em "Tom e Jerry Kids" mas dessa vez eram seus filhos que apareciam.
Mas em 2006 o gato e o rato voltaram pra telinha da TV, com o desenho "Tom e Jerry Tales" foi dublada pela Herbert Richers traduziu o título como: "As Aventuras de Tom e Jerry", que foi produzida pela rede de TV americana The CW. No final dos anos 50, foram reproduzidos remakes dos episódios mais antigos de Tom e Jerry dessa vez com o formato de tela "Cinemascope".


Televisão.


Desde 1965, os curtas de Hanna e Barbera foram editados para passar na televisão. A personagem que representa a dona de Tom foi substituída em alguns episódios por uma mulher branca e magra, além de ter sua voz substituída por um tom mais suave.


Personagens.

Tom é um gato doméstico azul ou cinza, dependendo do cartoon, que vive uma vida boa, enquanto Jerry é um rato marrom pequeno que vive sempre na proximidade dele. Tom é muito rápido, moderado e fino-descascado, enquanto Jerry é independente e oportunista. Apesar de ser muito energético e determinado, Tom é carente de inteligência e esperteza. Uma característica nos episódios é que Jerry geralmente sai triunfante das inúmeras batalhas, enquanto Tom é o perdedor. Entretanto, outros resultados podem ser alcançados; em ocasiões raras, quando Jerry atua como o instigador, há triunfos de Tom. Às vezes, ironicamente, ambos perdem ou ambos, em casos mais extremos, terminam amigos (Heavenly Puss e Triplet Trouble). Mas ambos os personagens possuem tendências sádicas, o que demonstra em proporções iguais a intenção de um atormentar a vida do outro.


Polêmicas envolvendo Tom e Jerry.


Assim como a maioria das séries animadas produzidas nas décadas de 1920 até 1960, Tom & Jerry não é considerado politicamente correto. Pelo menos vinte e quatro episódios foram acusados de possuir cenas racistas, como quando ocorre uma explosão ou algum liquido cai no rosto de um personagem e seu rosto fica negro, o que foi interpretado por algumas pessoas como racismo. Em consequência disso, diversas cenas foram editadas e cortadas de alguns episódios.
Em 2006 Tom e Jerry recebeu uma forte crítica do governo da Inglaterra, por ter sido exibido um episódio em que Tom fuma dentro de uma limousine. O governo inglês achou inaceitável a exibição daquela cena.


Retirado do site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Tom_and_Jerry

http://portal-tomejerry.webnode.com.br/ahistoriadodesenho/

quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2019

quarta-feira, 13 de fevereiro de 2019

segunda-feira, 11 de fevereiro de 2019

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Artes marciais.


Artes marciais são disciplinas físicas e mentais codificadas em diferentes graus, que tem como
objetivo um alto desenvolvimento de seus praticantes para que possam se defender ou submeter o
adversário mediante diversas técnicas. São sistemas para treinamento de combate, geralmente sem o
uso de armas de fogo ou de outros dispositivos modernos. Atualmente, as artes marciais, para além de
praticadas enquanto treinamento militar, policial e de defesa pessoal, são também praticadas como
Desporto de combate. Existem diversos estilos, sistemas e escolas de artes marciais. O que diferencia
as artes marciais da mera violência física é a organização de suas técnicas num sistema coerente de
combate e desenvolvimento físico, mental e espiritual assim como a prática de exercícios físicos


A origem do termo "artes marciais".


O termo "artes marciais" refere-se à arte da guerra, tendo origem ocidental e latina. Este termo é
vinculado ao deus da guerra romano Marte. Assim, as artes marciais, segundo a mitologia romana,
são as artes militares ensinadas aos homens. Hoje em dia, o termo artes marciais é usado para todos
os sistemas de combate de origem oriental e ocidental, com ou sem o uso das tradicionais armas de
artes marciais.

No oriente, existem outros termos mais adequados para a definição destas artes, como wu shu ("arte
de guerra"), na China e bu-shi-do ("caminho do guerreiro"), no Japão.
Muitas destas artes de guerra do Oriente e Ocidente deram origem a artes que são praticadas
atualmente em todo o mundo, como: o Wushu (no ocidente conhecido como Kung Fu), o taekwondo, a
esgrima, o karatê, a luta olímpica, o ninjutsu etc.


A História das artes marciais.


Sua origem confunde-se com o desenvolvimento da civilização, quando, logo após o desenvolvimento
da onda tecnológica agrícola, alguns começam a acumular riqueza e poder e com isso o surgimento de
cobiça, inveja e seu corolário, a agressão.

A necessidade abriu espaço para a profissionalização da proteção pessoal. Embora a versão mais
conhecida da arte marcial, principalmente a história oriental, tenha como foco principal Bodhidharma -
monge Indiano que, em viagem à China, orientou os monges chineses na prática do yoga e
rudimentos da arte marcial indiana, o que caracterizou posteriormente na criação de um estilo próprio
pelos monges de shaolin -, é sabido, historicamente, através da tradição oral e escavações
arqueológicas, que o kung fu já existia na China há mais de 5 000 anos. Da China, estes
conhecimentos se expandiram por quase toda a Ásia.
Japão e Coreia também têm tradição milenar em artes marciais. No Japão, destaca-se o judô, o caratê
e seus estilos, tais como shotokan, shorin-ryu, o jiu-jítsu, o aiquidô etc.


Sistemas de classificação dos estilos de luta.

Existem diversos sistemas distintos de classificação dos estilos de arte marcial, adotados por
diferentes culturas em momentos históricos específicos.
Artes marciais orientais.


Na China.


Shu= artes chinesas, onde se encontram os estilos mais recentes e modernos, muito destes
adaptados à competição.

Shi= artes chinesas, onde se encontram estilos diversificados, normalmente junção de várias artes
marciais.


No Japão.


As artes da luta também se dividem em três grupos:

Bugei= o sistema é simplório, referindo-se a técnicas de guerrear com o aprendizado voltado à
manipulação e domínio de equipamentos bélicos tradicionais.

Bujutsu= Arte marcial relacionada a todas as modalidades técnicas necessárias para o combate corpo
a corpo. É composto por um conjunto de técnicas do milenares, definido como as dezoito disciplinas de
combate, incluindo equitação e natação.
Budō= O budô é a evolução do bujutsu, juntamente com o bugei. Contudo, o budô foi dividido em duas
linhas de evolução: a linha esportiva competitiva e a linha de estudo da técnica marcial.


No Ocidente.


No período moderno, diversas práticas marciais ficaram vinculadas unicamente à luta e à defesa
pessoal, situação muito distinta da do Oriente, que as integra a um sistema filosófico que prepara o
praticante também física e espiritualmente, criando uma consciência da futilidade de viver competindo
e de utilizar sua arte para defender quem não tem o mesmo preparo. Mas a Europa também mantinha
uma tradição filosófica de unir a arte marcial às ciências, desde o período greco-romano, passando
pelos nobres europeus na idade média e cientistas no renascimento, todos aplicavam o método
científico em suas práticas.
Após ter aprendido o combate com mãos nuas, o combatente aprendia a manusear desde armas
pequenas como facas, passando por vários tamanhos.


Retirado do site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Artes_marciais

terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Chibi 10.

Afrodite de Peixes

Chesnaught

Gabumon

Giratina shiny

Tobi - Obito

Tomoko Kuroki

Tomoko Kuroki

Yoko Littner

Related Posts with Thumbnails