Yu-gi-oh!

Yu-gi-oh!
dragão branco de olhos azuis, dragão luminoso de olhos azuis e dragão supremo de olhos azuis.

sábado, 31 de julho de 2010

Fênix.




A fênix ou fénix (em grego ϕοῖνιξ) é um pássaro da mitologia grega que, quando morria, entrava em auto-combustão e, passado algum tempo, renascia das próprias cinzas. Outra característica da fênix é sua força que a faz transportar em vôo cargas muito pesadas, havendo lendas nas quais chega a carregar elefantes. Podendo se transformar em uma ave de fogo.
A fênix é repleta de penas vermelhas e douradas que emite raios de luz através de seu corpo e seria do mesmo tamanho ou maior do que uma águia. Segundo relata algumas lendas, como a que é contada por Ovídio, essa criatura teria nascido nas terras do Oriente e se alimentava com incenso, raízes cheirosas e óleos de bálsamo. Sendo muito comum na literatura greco-romana, essa criatura tem também sua representação registrada em diferentes bestiários do período medieval. Diferente de tantos outros animais encontrados na natureza, a fênix tinha a incrível capacidade de se reproduzir sem a necessidade de um parceiro. De fato, a concepção de uma fênix acontecia no momento em que um exemplar se encontrava em seus últimos momentos de vida. A partir do corpo de sua mãe, uma nova fênix surgia das cinzas com a capacidade de viver o mesmo tempo da genitora.
Dizia-se que estas cinzas tinham o poder de ressuscitar um morto.
Conforme relatos diversos, a fênix poderia viver por exatos quinhentos anos.
No final de cada ciclo de vida, a fênix queimava-se numa pira funerária. A vida longa da fênix e o seu dramático renascimento das próprias cinzas transformaram-na em símbolo da imortalidade e do renascimento espiritual.
Curiosamente, o seu nome pode dever-se a um equívoco de Heródoto, historiador grego do século V a.C.. Na sua descrição da ave, ele pode tê-la erroneamente designado por fênix (Phoenix), a palmeira (phoinix em grego) sobre a qual a ave era nessa época representada.
Tendo descrições bastante diversas, alguns escritores dizem que a jovem fênix, após adquirir certo vigor físico, realiza um ritual funerário em homenagem à sua mãe. Ela constrói um pesado ovo de mirra onde deposita os restos mortais de seu genitor. Depois disso, vai ao templo do Deus Sol, na cidade egípcia de Heliópolis, onde deposita o ovo por ela construído. Em geral, diversas culturas, tanto ocidentais como orientais, apresentam relato sobre este pássaro. A lenda da fênix sobreviveu por diversos séculos, chegou a causar uma ligeira polêmica com respeito à sua real existência. No século XVII, o escritor Thomas Browne afirmou categoricamente que uma ave com tais características jamais existiu. Em contrapartida, poucos anos depois, Alexander Ross colocou em xeque esse veredicto ao sugerir que essa ave não poderia ser vista, pois sua vida reclusa fazia parte de seu próprio instinto de sobrevivência. Para além dessas discussões sobre a veracidade da fênix, o seu relato permite a compreensão de valores bastante interessantes ao homem. O mais importante deles se refere à circularidade do tempo e o processo de renovação
das coisas. No momento em que se prepara para a própria morte, a fênix demonstra claramente a limitude da existência. Em contrapartida, salienta a continuidade do mundo no momento em que só pode gerar uma nova vida mediante o fim da sua.
A crença na ave lendária que renasce das próprias cinzas existiu em vários povos da antiguidade como gregos, egípcios e chineses. Em todas as mitologias o significado é preservado: a perpetuação, a ressurreição, a esperança que nunca têm fim;
Para os gregos, a fênix por vezes estava ligada ao deus Hermes e é representada em muitos templos antigos. Há um paralelo da fênix com o Sol, que morre todos os dias no horizonte para renascer no dia seguinte, tornando-se o eterno símbolo da morte e do renascimento da natureza;
Os egípcios a tinham por "Bennu" e estava relacionada à estrela "Sótis", ou estrela de cinco pontas, estrela flamejante;
Na China antiga a fênix foi representada como uma ave maravilhosa e transformada em símbolo da felicidade, da virtude, da força, da liberdade, e da inteligência. Na sua plumagem, brilham as cinco cores sagradas. Roxo, Azul, Vermelha, Branco e Dourado.
Os gregos parecem ter se baseado em Bennu, da mitologia egípcia, representado na forma de uma ave acinzentada semelhante à garça, hoje extinta, que habitava o Egito. Cumprido o ciclo de vida do Bennu, ele voava a Heliópolis, pousava sobre a pira do Deus Rá, ateava fogo em seu ninho e se deixava consumir pelas chamas, renascendo das cinzas.
Hesíodo, poeta grego do século VIII a.C., afirmou que a fênix vivia nove vezes o tempo de existência do corvo, que tem uma longa vida. Outros cálculos mencionaram até 97.200 anos.
De forma semelhante a Bennu, quando a ave sentia a morte se aproximar, construía uma pira de ramos de canela, sálvia e mirra em cujas chamas morria queimada. Mas das cinzas erguia-se então uma nova fênix, que colocava piedosamente os restos da sua progenitora num ovo de mirra e voava com ele à cidade egípicia de Heliópolis, onde os colocava no Altar do Sol.

Citações.

"Existe outro pássaro sagrado, também, cujo nome é fênix. Eu mesmo nunca o vi, apenas figuras dele. O pássaro raramente vem ao Egito, uma vez a cada cinco séculos, como diz o povo de Heliópolis. É dito que a fênix vem quando seu pai morre. Se o retrato mostra verdadeiramente seu tamanho e aparência, sua plumagem é em parte dourado e em parte vermelho. É parecido com uma águia em sua forma e tamanho. O que dizem que este pássaro é capaz de fazer é incrível para mim. Voa da Arábia para o templo de Hélio (o Sol), dizem, ele encerra seu pai em um ovo de mirra e enterra-o no templo de Hélio. Isto é como dizem: primeiramente molda um ovo de mirra tão pesado quanto pode carregar, então abre cavidades no ovo e coloca os restos de seu pai nele,
selando o ovo. E dizem, ele encerra o ovo no templo do Sol no Egito. Isto é o que se diz que este pássaro faz." - Heródoto;

"E a fênix, ele disse, é o pássaro que visita o Egito a cada cinco séculos, mas no resto do tempo ela voa até a Índia; e lá podem ser visto os raios de luz solar que brilham como ouro, em tamanho e aparência assemelha-se a uma águia; e senta-se em um ninho; que é feito por ele nas primaveras do Nilo. A história do Aigyptos sobre ele é testificada pelos indianos também, mas os últimos adicionam um toque a história, que a fênix enquanto é consumida pelo fogo em seu ninho canta canções de funeral para si" - Apolônio de Tiana;

"Estas criaturas (outras raças de pássaros) todas descendem de seus primeiros, de outros de seu tipo. Mas um sozinho, um pássaro, renova e renasce dele mesmo - a Fênix da Assíria, que se alimenta não de sementes ou folhas verdes mas de óleos de bálsamo e gotas de olíbano. Este pássaro, quando os cinco longos séculos de vida já se passaram, cria um ninho em uma palmeira elevada; e as linhas do ninho com cássia, mirra dourados e pedaços de canela, estabelecida lá, inflama-se, rodeada de perfumes, termina a extensão de sua vida. Então do corpo de seu pai renasce uma pequena Fênix, como se diz, para viver os mesmos longos anos. Quando o tempo reconstrói sua força ao poder de suportar seu próprio peso, levanta o ninho - o ninho que é berço seu e túmulo de seu pai - como imposição do amor e do dever, dessa palma alta e carrega-o através dos céus até alcançar a grande cidade do Sol (Heliópolis, no Egito), e perante as portas do sagrado templo do Sol, sepulta-o" - Ovidio.

A Fênix entre os árabes.

O poeta persa sufista Farid al-Din Attar, no livro A Conferência dos Pássaros, de 1177, descreve a fênix:
"Na Índia vive um pássaro que é único: a encantadora fênix tem um bico extraordinariamente longo e muito duro, perfurado com uma centena de orifícios, como uma flauta. Não tem fêmea, vive isolada e seu reinado é absoluto. Cada abertura em seu bico produz um som diferente, e cada um desses sons revela um segredo particular, sutil e profundo. Quando ela faz ouvir essas notas plangentes, os pássaros e os peixes agitam-se, as bestas mais ferozes entram em êxtase; depois todos silenciam. Foi desse canto que um sábio aprendeu a ciência da música. A fênix vive cerca de mil anos e conhece de antemão a hora de sua morte. Quando ela sente aproximar-se o momento de retirar o seu coração do mundo, e todos os indícios lhe confirmam que deve partir, constrói uma pira reunindo ao redor de sí lenha e folhas de palmeira. Em meio a essas folhas entoa tristes melodias, e cada nota lamentosa que emite é uma evidência de sua alma imaculada. Enquanto canta, a amarga dor da morte penetra seu íntimo e ela treme como uma folha. Todos os pássaros e animais são atraídos por seu canto, que soa agora como as trombetas do Último Dia; todos aproximam-se para assistir o espetáculo de sua morte, e, por seu exemplo, cada um deles determina-se a deixar o mundo para trás e resigna-se a morrer. De fato, nesse dia um grande número de animais morre com o coração ensanguentado diante da fênix, por causa da tristeza de que a vêem presa. É um dia extraordinário: alguns soluçam em simpatia, outros perdem os sentidos, outros ainda morrem ao ouvir seu lamento apaixonado.
Quando lhe resta apenas um sopro de vida, a fênix bate suas asas e agita suas plumas, e deste movimento produz-se um fogo que transforma seu estado. Este fogo espalha-se rapidamente para folhagens e madeira, que ardem agradavelmente. Breve, madeira e pássaro tornam-se brasas vivas, e então cinzas. Porém, quando a pira foi consumida e a última centelha se extingue, uma pequena fênix desperta do leito de cinzas.
Aconteceu alguma vez a alguém deste mundo renascer depois da morte? Mesmo que te fosse concedida uma vida tão longa quanto a da fênix, terias de morrer quando a medida de tua vida fosse preenchida. A fênix permaneceu por mil anos completamente só, no lamento e na dor, sem companheira nem progenitora. Não contraiu laços com ninguém neste mundo, nenhuma criança alegrou sua idade e, ao final de sua vida, quando teve de deixar de existir, lançou suas cinzas ao vento, a fim de que saibas que ninguém pode escapar à morte, não importa que astúcia empregue. Em todo o mundo não há ninguém que não morra. Sabe, pelo milagre da fênix, que ninguém tem abrigo contra a morte. “Ainda que a morte seja dura e tirânica, é preciso conviver com ela, e embora muitas provações caiam sobre nós, a morte permanece a mais dura prova que o Caminho nos exigirá”.

A Fênix na literatura ocidental moderna.

Uma fênix é protagonista da novela "A Princesa da Babilônia" de Voltaire. Voltaire faz a seguinte descrição desta ave fabulosa:
"Era do talhe de uma águia, mas os seus olhos eram tão suaves e ternos quanto os da águia são altivos e ameaçadores. Seu bico era cor-de-rosa e parecia ter algo da linda boca de Formosante. Seu pescoço reunia todas as cores do arco-íris, porém mais vivas e brilhantes. Em nuanças infinitas, brilhava-lhe o ouro na plumagem. Seus pés pareciam uma mescla de prata e púrpura; e a cauda dos belos pássaros que atrelaram depois ao carro de Juno não tinha comparação com a sua."

Pintura da Fênix.


Retirado do site: http://www.brasilescola.com/mitologia/fenix.htm

http://pt.wikipedia.org/wiki/F%C3%AAnix

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Super heróis felinos.

Quem disse que os animais não têm heróis, esses gatos são super heróis dos animais. Bem provável que exista outros animais heróis.

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Como os dragões são feitos.

Essa imagem mostra como os dragões são feitos.

Morcego+lagarto+pimenta=dragão

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Ficha técnica devil may cry 4.


Plataforma: Playstation 3

Distribuidora: Capcom

Género: Ação

Numero de jogadores: 1

Classificação: A partir dos 17 anos

Gráfico: 3D

Conteúdo: Fantasia, Sangue, Sexual, Violência
Lançamento: 02/2008

Sinopse: Do produtor do primeiro Devil May Cry e do Resident Evil 4, chega o novo episódio da série de ação extremamente bem sucedida e estilizada que até agora atingiu um nível de vendas globais de quase sete milhões de unidades. O Devil May Cry 4 mergulha os jogadores num mundo sobrenatural gótico, onde um novo protagonista entra em confronto com um herói conhecido. No papel do novo homem principal, Nero, os jogadores desencadearão ataques incríveis e combos contínuos utilizando uma nova e excepcional mecânica de jogo, o seu poderoso braço "Devil Bringer". Com as capacidades gráficas avançadas dos sistemas de nova-geração, imagens de alta definição e detalhes complexos ganham vida à medida que os jogadores exploram locais novos e exóticos. Uma ação dinâmica e um estilo inegável aliam-se a opções de luta explosivas e uma história envolvente para gerar a incomparável experiência que apenas um jogo Devil May Cry pode proporcionar.

Devil May Cry 4 – Trailer



Retirado do site: http://www.bondfaro.com.br/caracteristicas--jogos-para-videogame--devil-may-cry-4-playstation-3.html

http://www.4play.pt/detail.ud121?oid=3258391&from_zone=breadcrumb

domingo, 25 de julho de 2010

Ficha técnica devil may cry 3.




Nome: Devil May Cry 3 Dante's Awakening Special Edition

Plataforma: Playstation 2

Distribuidora: Capcom

Género: Ação

Jogadores: 1

Classificação: A partir dos 17 anos

Conteúdo: Fantasia, Luta, Simulação, Violência

Data de lançamento: 3/2005

Sinopse: Devil May Cry 3 volta a apresentar o misterioso herói Dante num emocionante novo jogo caracterizado por histórias complexas, gráficos incríveis e ação cheia de estilo. Decorreram milhares de anos desde que o demônio guerreiro Sparda ergueu a sua espada contra o mundo demoníaco para salvar a raça humana. Após uma longa e penosa batalha, Sparda saiu vitorioso e juntou-se à humanidade tornando-se pai de Dante, um filho demônio semi-humano imbuído com o poder de uma linhagem sobrenatural. No entanto, Dante não foi o único filho de Sparda. Tal como Dante se dedicou a derrotar as forças do mal, o seu irmão gêmeo Vergil foi consumido pelos poderes das trevas e deu continuação ao legado dos seus sinistros antepassados. Numa noite de luar, uma torre misteriosa materializou-se ao lado da agência de investigação de Dante. No telhado estava o seu irmão, juntamente com os seus asseclas, provocando Dante para um confronto. Devil May Cry 3 revela um capítulo anterior da história de Dante, antes do Devil May Cry original, apresentando o choque entre os filhos gêmeos de Sparda, divididos pelos caminhos que escolheram. Pelo caminho, Dante encontra inimigos temíveis e personagens inquietantes, incluindo um homem misterioso chamado Arkham e uma caçadora chamada Lady, cuja missão é derrotar todos os demônios, incluindo Dante. Estes acontecimentos revelam as complexas raízes da personagem de Dante e oferecem algumas pistas para o seu passado nebuloso. Devil May Cry 3 mantém a ação rápida que tornou a série tão popular. Além das suas raízes fortes, o jogo aumenta a intensidade com um novo sistema de “estilo”, que adiciona um novo nível de complexidade. Dependendo da preferência, os jogadores podem escolher estilos de jogo de curto alcance, longo alcance, defensivo ou evasivo. Cada sistema tem as suas características de jogo individuais e os jogadores podem escolher reforçar o seu estilo favorito com capacidades especiais de ataque. A gama de opções disponíveis em Devil May Cry 3 envolve os jogadores numa aventura emocionante e sem precedentes !


Devil May Cry 3 - Trailer



Retirado do site: http://www.bondfaro.com.br/preco--jogos-para-videogame--devil-may-cry-3-special-edition-playstation-2.html

http://www.pegaki.com/game-devil-may-cry-3-special-edition/

sábado, 24 de julho de 2010

Ficha técnica devil may cry 2.


Idioma: Inglês

Idade: Indefinida

Mídia: DVD

Jogadores: 1

Fabricante: Capcom

Distribuidora: Capcom

Lançamento: 2003

Sinopse: Dante, o herói de ação meio humano e meio demônio está de volta em Devil May Cry 2, para combater as legiões do submundo. A continuação será ambientada em uma gigantesca cidade, dividida em duas zonas. Uma delas lembra uma velha cidade européia, enquanto a outra traz ruínas e muitos arranha-céus, sempre favorecendo variedade. Esse lugar também será maior (o jogo também será mais longo) e mais claro que o original, facilitando a visualização. O chefão do jogo será a pessoa que controla a cidade. Sua identidade e planos são um segredo que serão revelados apenas durante o jogo. Tudo que pode ser adiantado, sem estragar a surpresa, é que ele também pretende reviver demônios. Outra novidade é que haverá um segundo personagem jogável, do sexo feminino. Outros dois personagens principais não - jogáveis terão papéis importantes na trama, mas não ajudarão o herói em suas batalhas. Dante também recebeu alterações no visual: ele perderá seu famoso, sobretudo vermelho, e receberá uma capa. Sua versão demoníaca será maior, mais forte e mais impactante. Novas armas serão adicionadas a algumas das originais, assim como novas habilidades, a câmera também foi aprimorada.

Devil may cry 2 trailer.



Retirado do site: http://opiniao.mercadolivre.com.br/devil-may-cry-2-491657-VCP

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Ficha técnica devil may cry 1.

Ano: 2001

Desenvolvedor: Capcom

Distribuidor: Capcom

Género: Ação/Plataforma

Faixa etária: 16 anos

Jogadores: 1

Sinopse: Devil May Cry é um jogo de ação/plataforma no melhor estilo hack and slash, no qual você deve dilacerar seus inimigos enquanto explora o cenário. A história se passa na fictícia ilha de Mallet, sendo que a história gira em torno de Dante e Trish e seu confronto com o lorde dos demônios, Mundus. Apesar de ser o primeiro título da série os eventos se passam cronologicamente entre o terceiro e o quarto jogo da franquia. Devil May Cry é um dos jogos de ação mais populares do mundo, mesclando a ação intensa com uma jogabilidade envolvente, sem deixar de lado a sua trama, muito bem construída.

Trailer.



Retirado do site: http://jogorama.com.br/forum/viewtopic.php?t=20211

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Cavaleiro Mestre dos Dragões.

(ATK -5000, DEF -5000)

Atributo: Luz

Tipo: Dragão/Fusão/Efeito

Nível: 12

Número: 62873545

Tipo de Efeito Card ( s): Convocar/Contínuo









Descrição da carta:
"Soldado do Brilho Negro" + "Dragão Supremo de Olhos Azuis" Este monstro não pode ser Special Summoned exceto por Fusion Summon. Esta carta ganha 500 ATK para cada Dragão-Tipo monstro no seu lado do campo exceto esta carta.

Falando um pouco da carta: É a fusão do Supremo Dragão Branco de Olhos Azuis e O Soldado do Lustro Negro. Este mostro ganha 500 pontos de ATK por cada dragão em seu lado do campo.

Carta:



Retirado do site: http://yugioh.wikia.com/wiki/Dragon_Master_Knight

http://pt.wikipedia.org/wiki/Drag%C3%A3o_branco_de_olhos_azuis

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Plesiossauros será o monstro do Lago Ness?

O monstro do lago Ness, monstro de Loch Ness, ou também conhecido simplesmente por Nessie, é uma suposta criatura aquática que alegadamente foi vista no Loch Ness (Lago Ness), nas Terras Altas da Escócia. A sua existência, ou não, continua a suscitar debate entre os cépticos e os crentes, e é um dos mistérios da criptozoologia. O monstro de Loch Ness é descrito como uma espécie de serpente ou réptil marinho, semelhante ao plesiossauro, um sauropterígeo pré-histórico.

Registros visuais.

A Nessie.

Rumores acerca de uma criatura estranha em Loch Ness existem há pelo menos 1595 anos. O primeiro registro escrito aparece na Vida de São Columbano (também conhecido como São Columbina) escrita pelo próprio no século VI, onde Columbano descreve como salvou um picto das garras do monstro. Em outro ponto da obra, o santo conta que matou um javali com o poder da sua voz, o que levanta questões sobre a credibilidade dos seus relatos, mas o javali pode ter morrido por outra causa enquanto ele gritava ou simplesmente Columbano usou uma metáfora, como estar usando "Voz" como algo relativo ao povo e usado um exército de pessoas. No século XX - o primeiro relato é de 1923 - e conta como Alfred Cruickshank avistou uma criatura com cerca de 3 metros de comprimento e dorso arqueado, mas o registro visual que iniciou a popularidade de Nessie data de 2 de Maio de 1933 e foi relatado pelo jornal local Inverness Courier numa reportagem cheia de sensacionalismo. Na peça conta-se que um casal viu um monstro aterrorizante a entrar e sair da água, como alguns golfinhos fazem. A notícia gerou sensação e um circo chegou mesmo a oferecer 20.000 libras pela captura da criatura. A esta oferta seguiu-se uma onda de registros visuais que resultaram em 19 de Abril de 1934 na mais famosa fotografia do monstro, tirada pelo cirurgião R.K. Wilson (daí o nome da fotografia, conhecida como Surgeon’s photo). A fotografia circulou pela imprensa mundial como prova absoluta da existência real do monstro. Décadas depois, em 1994 Marmaduke Wetherell confessou ter falsificado a fotografia enquanto repórter free lancer do Daily Mail em busca de um furo jornalístico. Wetherell afirmou também que decidiu usar o nome do Dr. Wilson como autor para conferir mais credibilidade ao embuste. Em 25 de maio de 2007, Gordon Holmes, um técnico de laboratório de 55 anos de idade, filmou um vídeo que ele diz ser de uma "criatura preta, com cerca de 45 pés de comprimento, movendo-se rapidamente na água". O vídeo vai ser estudado por biólogos. Diz-se que o vídeo está "entre as mais brilhantes aparições do monstro já feitas". A BBC da Escócia transmitiu o vídeo em 29 de maio de 2007.

Teorias.

Quase todos os relatos de aparições do monstro descrevem-no à semelhança de um Plesiossauro, um animal parente dos dinossauros extinto desde o Mesozóico. Os plessiossauros eram répteis aquáticos de grandes dimensões, com um pescoço grande em relação à cabeça, que se deslocavam com a ajuda de enormes membros em forma de barbatana. A semelhança com um animal extinto levou alguns criptozoólogos a defender que o monstro de Loch Ness é um plessiossauro que, de alguma forma, sobreviveu à extinção da sua espécie no fim do Cretácico. Os cépticos argumentam com a impossibilidade de um único indivíduo sobreviver 63 milhões de anos e que esta hipótese implica a existência não de um monstro, mas de uma pequena comunidade. Baseado no tamanho do lago e na quantidade de alimento, George Zug, do Smithsonian, calculou que o número de criaturas como Nessie poderia variar de 10 a 20 animais se cada um pesarem cerca de 1500 e chegar até 150 animais de 150 quilos (O que provavelmente não é o caso já que descrevem criaturas enormes). Cientistas dizem que um Plesiossauro nunca levantaria o pescoço acima d'agua, como o monstro supostamente faz. Além disso, o plesiossauro era adaptado ao calor, e não às temperaturas absurdamente baixas do Lago Ness. Baseando-se nisso, um grupo de cientistas criaram uma teoria que diz que o monstro é, um dinossauro parente do plesiossauro, que além de nunca ter sido documentado, possuía uma estrutura óssea diferente de seu suposto primo e o corpo adaptado a condições climáticas diferentes, que vivia no Oceano Ártico ou Atlântico. Assim, um grupo dessas criaturas entrou pelo Rio Ness (uma das únicas ligações do lago com o mar) e depois de certo tempo o rio ficou muito raso, e as criaturas não puderam sair, graças ao alimento farto de salmões, enguias e trutas as criaturas se adaptaram à vida no lago. Então, "Nessie" provavelmente seria da superordem Sauropterygia. Outras explicações para os registros visuais sugerem que as testemunhas tenham confundido o monstro com os esturjões que abundam no lago e que, graças à sua estranha aparência, possam ter causado confusão. Há ainda quem relacione os registros visuais com libertação de gases da falha tectônica que modela o lago, que podem chegar à superfície sobre a forma de bolhas. Em Julho de 2003, uma equipe da BBC realizou uma investigação exaustiva na zona, com o fim de determinar de vez a existência ou não do monstro. O lago foi percorrido de uma ponta à outra por mergulhadores e cerca de 600 sonares sem qualquer resultado. A BBC concluiu que o monstro não existe mas nem isto desalentou os defensores de Nessie. Grande parte da dificuldade em encontrar ou provar a ausência da criatura é devida à peculiaridade geológica do próprio lago. Ele tem forma estreita, profunda e alongada, com cerca de 37 quilômetros de comprimento, 1,6 quilómetros de largura e uma profundidade máxima de 226 metros. A visibilidade da água é extremamente reduzida devido ao teor de turfa dos solos circundantes, que é trazida para o lago através das redes de drenagem. Pensa-se que o lago Ness tenha sido modelado pelos glaciares da última era glacial. Além disso, a visibilidade na superfície costuma ser má, o que explica a má qualidade das fotos e a suspeita de que os registros visuais sejam apenas pareidolia. Na Escócia, a média dos últimos 30 anos é de apenas 48 dias de sol por ano.

Nessie na cultura popular.

Real ou imaginário, o monstro de Loch Ness faz parte do imaginário popular e da cultura da Escócia e do resto do mundo ocidental. Nessie apareceu num episódio de Scooby-Doo e é um exemplo clássico de monstro. É ainda um dos motores da indústria de turismo da zona, atraindo ao Loch Ness inúmeros curiosos em busca da oportunidade de tirarem uma fotografia. No desenho Duelo Xiaolin o monstro do Lago Ness é prima de Dojo. E o Monstro do Lago Ness apareceu também em um episódio de Scooby Doo onde, por causa das olimpíadas escocesas, o monstro aparecia e aterrorizava a todos por causa do grande barulho das pessoas competindo, ele também aterrorizava um castelo que era da organizadora das olimpíadas. O monstro ainda foi parodiado no desenho Johnny Test como o "Monstro do lago Porkness". Nessie também foi parodiada no desenho Phineas e Ferb como o "Monstro do lago Naso". Em Arquivo X no Episodio O Monstro do Lago um monstro marinho apareceu sendo responsável por várias mortes mesmo não sendo o Monstro do Lago Ness durante o episodio várias referências são feitas ao Monstro do Lago Ness. EarthBound na fase winters e Sem esquecer o filme Meu Monstro de Estimação, em Mega Man Star Force 2, há uma cidade chamada Loch Mess, onde segundo a lenda, vive uma criatura chamada Dossy (Messy), que na verdade é a forma de vida eletromagnética Brachio Wave (Plesio Surf).

A semelhança do Plesiossauros com a Nessie na foto.





Vídeo do monstro do Lago Ness.



Noticia do monstro do Lago Ness.



Retirado do site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Monstro_do_lago_Ness

terça-feira, 20 de julho de 2010

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Evolução do Sonic nos jogos.

Em cada jogo o Sonic aparece diferente como mostra a imagem abaixo.

domingo, 18 de julho de 2010

Armadura dos Cavaleiros dos Zodíacos reais.

Só consegui achar essas duas a de Libra e a de Sagitário.

Armadura de Sagitário.




















Armadura de Libra.

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Tiranossauro Rex.


DADOS GERAIS DA FERA. 

Nome: Tiranossauro Rex, que significa "rei dos répteis tiranos".

Nome científico: Tyrannosaurus rex.

Período em que viveu: Por volta de 144 e 66 milhões de anos atrás, na América do Norte e na China e, possivelmente, na América do Sul e Índia.

Peso: Cerca de 8 toneladas.

Tamanho: 14 metros de comprimento e 5,60 metros de altura.

Alimentação: Carne de outros dinossauros.

CLASSIFICAÇÃO CIENTÍFICA:

Reino: Animalia.

Filo: Chordata.

Classe: Reptilia.

Super ordem: Dinosauria.

Ordem: Saurischia.

Subordem: Theropoda.

Infra ordem: Tetanurae.

Micro-ordem: Carnosauria.

Família: Tyrannossauridae.

Gênero: Tyrannossaurus.

INFORMAÇÕES IMPORTANTES:


O Tiranossuaro Rex era uma espécie de dinossauro que viveu no final do período Cretáceo (145 milhões a 65 milhões de anos atrás).

Era um dinossauro bípede de pernas fortes e braços curtos (1 metro aproximadamente).

Era carnívoro e muito feroz. Alimentava-se da carne de outros animais e dinossauros. Alguns paleontólogos defendem a idéia de que este dinossauro atacava, até mesmo, animais de sua espécie.

Viviam em pequenos grupos formados pela família (macho fêmea e filhotes).

Possuía mandíbula grande e dentes muito fortes e afiados, sendo que eles tinham, em média, 20 cm. Usavam estes dentes para poder triturar os alimentos.

Os machos costumavam lutar até a morte para conseguir o direito de copular com uma fêmea.

O nome Tiranossuaro Rex significa "lagarto tirano rei". Nome atribuído pelos cientistas em função de sua ferocidade.

Sobre o Tiranossauro Rex.


O Tiranossauro, "lagarto tirano rei", foi um dos maiores carnívoros terrestres encontrados até hoje, perdendo apenas para o Giganotossauro e para o Carcarodontossauro, seus parentes, possivelmente menos agressivos.
Inicialmente ele foi chamado de Dynamosaurus imperiosus, mas logo recebeu um nome mais apropriado. Este magnífico e assustador animal que foi descoberto no Oeste Americano, tinha a cabeça gigantesca, cerca de 1,20 metros de comprimento e suas mandíbulas eram tão grandes que podiam deglutir um ser humano inteiro e exercer uma pressão de 1300 quilos, dez vezes mais que o grande Tubarão-Branco. Isso também prova que o Tiranossauro era um caçador, e não um necrófago como pensam alguns cientistas, já que, para se alimentar de carniça não precisaria de uma mordida tão violenta.
Seus dentes afiados eram ligeiramente curvos, de forma a agarrar melhor suas presas. Como o tubarão, uma vez que o Tiranossauro pegava sua vítima, ela não tinha chance de escapar de suas mandíbulas e fugir. Possuía cerca de cinquenta desses dentes afiadíssimos de até 20 cm, uma perfeita máquina mortífera. Com o ataque, saltava para frente agarrando a presa com os dentes até domina-la por completo. Suas vítimas prediletas eram os Hadrossauros.
O Tiranossauro andava sobre duas pernas, que eram fortes o suficiente para sustentar o grande corpo e movimenta-lo a uma velocidade de até 48km/h. Cada pé possuía garras fortíssimas. Três desses dedos eram de apoio e um nem tocava o chão. Os bracinhos minúsculos, com apenas dois dedos cada chegavam a ser até meio ridículos se comparados ao tamanho desse animal. Não se sabe ao certo para que o Tiranossauro usava esses braços; se para se apoiar ou para agarrar a presas.
O achado de um crânio danificado comprova que deveriam ocorrer violentas batalhas entre os Tiranossauros, por comida e pelo direito de se acasalar.

Esqueleto do Tiranossauro Rex.







Retirado do site: http://leandromoda.sites.uol.com.br/tiranossauro.htm

http://www.suapesquisa.com/dinossauros/tiranossauro_rex.htm

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Cubone provável origem.

O Cubone pode ser o filho do kangaskhan, conforme mostra esse quadrinho.

Isso explica o porque dele chorar pela falta da mãe.
Essas são três possíveis linhas de evoluções do Cubone.




Olhe a semelhança do filho do kangaskhan  para o Cubone , são exatamente iguais.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Esqueleto do Pac-man.

Para quem sempre quis saber como era o esqueleto do Pac-man.

terça-feira, 13 de julho de 2010

Digimon Xros Wars.


Xros Wars Digimon pronuncia-se “Digimon Cruz Wars”, é o sexto da série Digimon. É exibido no Japão desde 6 Julho de 2010, na TV Asahi das 19:27, mais de três anos desde o fim da Digimon Savers, Substituindo Kaidan Restaurante e Stitch! ~ ~ A Alien Mischievous da Grande Aventura. Diferentemente da série anterior, este será o primeiro para o ar em uma rede fora Fuji TV e ar em uma terça-feira, em oposição ao domingo.

História.

Notícias sobre esta série surgiu em Abril de 2010 , onde foi revelado por Fumuo Pon de que um conjunto de tiras de Digimon para o que foi descrito como sendo um " anime Digimon novo estrear na televisão em todo o Japão ! " , juntamente com outros lançamentos de brinquedos Bandai Vendedor cápsula de divisão.Isso indica que o estilo de animação seria uma reminiscência de e semelhante ao da série de quatro primeiros. O título da série, bem como o nome da protagonista foram revelados na edição de junho de 2010 a revista V Jump. Uma imagem a partir do segundo Digimon Xros guerras comerciais, mostrando Mamona, Minotaurmon, Missimon, Rhinomon, Tankmon, Valvemon, E muito novo Digimon armados Uma imagem do terceiro Digimon Xros guerras comerciais, mostrando Agumon, Patamon, Tailmon e V -mon Mais tarde, em Julho 2010 a questão da V Jump, os personagens principais , bem como o elenco, jogo novo cartão e digivice foram revelados. A o mangá com base em Xros Wars também foi anunciado, a ser lançado em agosto de 2010 questão da V Jump. Coincidindo com o lançamento desta edição, o site oficial Toei atualizado com informações que incluem o pessoal que trabalha na série, mais do elenco, bem como identificar dois novos nomes de Digimon além dos já revelados. Uma pequena, três segundo teaser foi exibido durante a transmissão do vigésimo primeiro episódio de Kaidan Restaurante seguido por um segundo, mais comercial que foi ao ar durante o seu final. No dia anterior ao da liberação da edição de Agosto de 2010 V Jump, que incluiu a primeiro capítulo do mangá, o nome de uma música-tema, mais dois novos Digimon, mais informações sobre os exércitos Digimon entre outras coisas, um comercial de terceiro foi transmitido. Coincidindo com o lançamento da edição de Agosto de 2010 V Jump, tanto a Toei e sites Asahi para Digimon Xros Wars oficialmente aberto, bem como uma reformulação completa da Digimon Web, tendo ênfase em Digimon Xros Wars produtos à base.

Sinopse: Um dia um Digimon Xros (que poderia ser o Digivice nesta nova série) aparece para um garoto chamado Taiki, um estudante da sétima série. O DigiXros o leva até Shoutmon, que está gravemente ferido e pedindo sua ajuda. O Digimon então explica o que lhe aconteceu. Taiki obtém o DigiXros, que é um elemento essencial que pode transferir poderes para os Digimon. Taiki é um dos eleitos pelo DigiXros e vai conhecer outros que também foram escolhidos assim como ele. Graças ao aparecimento de um vilão e novos inimigos Digimon, Taiki e seus amigos são levados a um universo paralelo, o mundo digital (Digital World). Atualmente, o mundo digital está em uma guerra chamada pelos habitantes do Digimundo de Guerra Xros, um conflito em grande escala, com batalhas, como as do período Sengoku. Taiki e Shoutmon, juntamente com seus amigos e Digimons, formam um exército com a ajuda dos DigiXros.

Abertura




Tirado do site: http://wikimon.net/Digimon_Xros_Wars
http://www.anmtv.com.br/2010/07/digimon-xros-wars-abertura-oficial.html

sábado, 10 de julho de 2010

Em quem votar?

Em época de eleição fica a duvida em quem votar?
Para saber em quem votar é bom pesquisar sobre o passado dos candidatos para não votar na pessoa errada.
Assim o Brasil pode crescer e evoluir para um país melhor.

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Cérbero, o cão de 3 cabeças.

É o cão mais famoso da mitologia, guardião das portas do inferno e sua missão não era impedir a entrada de alguém, mas sim a saída. Um cão tão feroz e temido que o rei Euristeu achou que nem o próprio Hércules conseguiria enfrentá-lo, mas o semi-deus o dominou em seu 12° trabalho. Segundo a mitologia grega, Cérbero era filho de Tifom e Equidna, inimigo de Zeus, (Júpiter para os romanos) e irmão de outro cão e da hidra (a serpente de 7 cabeças ). Da sua união com a Quimera nasceram o leão de Neméia e a Esfinge. Quando os homens morriam, eram transportados na barca de Caronte para a outra margem do rio Aqueronte, onde se situava a entrada do reino de Hades. Lá estava o feroz Cérbero, que latia muito e para acalmar-lhe a fúria, os mortos lhe jogavam um bolo de farinha e mel que seus entes queridos haviam deixado nos túmulos. Era considerado na antiguidade um cão que comia gente. Mas há discrepâncias quanto á sua morfologia, quanto ao número de cabeças, mais a versão mais aceita é a de que seriam 3. A cauda também é atribuída várias formas, de escorpião, de cão ou de cabeça de serpente.

Retirado do site: http://pt.shvoong.com/books/mythology-ancient-literature/1712418-c%C3%A9rbero-c%C3%A3o-cabe%C3%A7as/

quinta-feira, 8 de julho de 2010

Controle da mente.

Sabia que sua mente pode estar sendo controlada?










Todo mundo sabe o que é controle da mente, é quando fazemos uma coisa sem saber o por que. Um personagem conhecido que fazia isso era o Charles Xavier (X-men).







Nossa mente pode estar sendo controlada pelos sinais lançados das torres de TVs, e mandados a nos pelos televisores, e assim controlando nossa mente. Por exemplo: você vê um comercial de refrigerante na TV e não sabe o porque mas quer tomar aquele refrigerante. Esse é um exemplo básico. Às vezes nem é pela TV pode ser por cartazes, placas, entre outras coisas, as mensagens subliminares.

terça-feira, 6 de julho de 2010

Telescópio espacial Planck mostra 'luz mais antiga' do universo.


A agência espacial europeia divulgou nesta segunda-feira (5) a primeira imagem do cosmos feita pelo telescópio espacial Planck, na qual é possível ver a "luz mais antiga" do universo. A luz - chamada de radiação cósmica de fundo de micro-ondas - é associada ao chamado big bang, a grande explosão na qual os cientistas acreditam que o universo foi criado, há cerca de 14 bilhões de anos. A parte central da foto é dominada por grandes porções da nossa galáxia, a Via Láctea. A linha horizontal brilhante atravessando a imagem é o eixo principal da galáxia. É nessa região que se formam hoje a maioria das estrelas da Via Láctea, mas como a foto registra apenas luz com comprimentos de onda longos (invisíveis ao olho humano), o que vemos na realidade não são estrelas, e sim o material do qual elas são feitas, poeira e gás. Mas a foto também mostra, em magenta e amarelo, a radiação cósmica de fundo de micro-ondas. Formada 380 mil anos após o Big Bang, essa radiação de calor só pôde circular pelo espaço quando um resfriamento no Universo pós-Big Bang permitiu a formação de átomos de hidrogénio. Os cientistas dizem que, antes desse estágio, o cosmos era tão quente que matéria e radiação estavam "fundidas". O Universo seria, então, opaco.



Retirado do site: http://g1.globo.com/mundo/noticia/2010/07/telescopio-espacial-mostra-luz-mais-antiga-do-universo.html

segunda-feira, 5 de julho de 2010

Robôs uma ameaça ou um jeito de ajudar o homem?

Todo mundo sabe o que é um robô, é um ser metálico que pode ter qualquer aparência como de: homem, animal, etc.









Mas eles podem ser do mal ou do bem?
Será que ele pode escolher um lado?
Ou será que eles já vêm programados com seu lado?







Quantas perguntas, eu acho que os robôs não podem ser uma ameaça, pois depende do criador deles, por exemplo: no megaman, dr. Wily fez com que alguns robôs fossem do mal para dominar o mundo enquanto o dr. Light fez o megaman ser do bem para proteger as pessoas.





Os robôs podem ter muitas utilidades como nas construções de prédios Por exemplo, ou em guerras, ou mesmo na polícia.





Podem ter robôs com a aparência de pessoas ou com o jeito delas.
Ou animais robóticos para pessoas alérgicas, as que queriam um cachorro.



Mas tem de tomar conta do robô para ele não cair nas mãos erradas.

Resumindo os robôs podem se tornar uma ameaça se programarem eles para destruir algo ou alguém, ser dominado por um vírus ou simplesmente pirar.
Related Posts with Thumbnails