Yu-gi-oh!

Yu-gi-oh!
dragão branco de olhos azuis, dragão luminoso de olhos azuis e dragão supremo de olhos azuis.

sábado, 28 de julho de 2018

quinta-feira, 26 de julho de 2018

terça-feira, 24 de julho de 2018

domingo, 22 de julho de 2018

Guerra Mundial Z.


Titulo original: World War Z.

Elenco: Brad Pitt, Mireille Enos, Eric West, James Badge Dale, Matthew Fox, Elyes Gabel, David Andrews, Julian Seager, Daniel Newman, Sterling Jerins, Michiel Huisman, Abigail Hargrove.


Direção: Marc Forster.


Gênero: Terror, Ação.


Duração: 116 min.


Distribuidora: Paramount Pictures.


Orçamento: US$ 200 milhões.


Estreia: 28 de Junho de 2013.


Sinopse: ‘Guerra Mundial Z’ acompanha Gerry Lane (Brad Pitt), funcionário da ONU que percorre o mundo numa corrida contra o tempo para deter a pandemia zumbi que está derrotando exércitos e governos, e ameaçando dizimar a própria humanidade.


Curiosidades.

» Após ser adiado por seis meses e enfrentar vários contratempos na produção, o filme teve que ser praticamente inteiro refilmado, e contratou um novo roteirista. Damon Lindelof reescreveu o roteiro, que deve mudar todo o terceiro ato da trama e o final.


» Com todos os problemas que aconteceram na produção, o diretor Marc Foster e Brad Pitt pararam de se falar. As coisas ficaram tão ruins que, quando Forster precisou comentar a atuação de Brad Pitt em determinada cena, as informações tinham que ser retransmitida através de um intermediário – e vice-versa.


» É baseado no livro ‘World War Z: An Oral History of the Zombie War‘, de Max Brooks.


Trailer.





Retirado do site: http://cinepop.com.br/guerra-mundial-z-26694

sexta-feira, 20 de julho de 2018

Imagens legais 36.


VenomMyotismon
Tomoko Kuroki

Mai Shiranui

Deadpool

Dragão Metálico das Trevas de Olhos-Vermelhos

Holsmon

Jill Valentine

Maga negra

quarta-feira, 18 de julho de 2018

segunda-feira, 16 de julho de 2018

Gifs diversos.

Tomoko Kuroki

Pikachu vs Gengar

Serena

Shun de Andrômeda

Vulpix

Menma

Lucario

Kurumu Kurono, Akashiya Moka e Mizore Shirayuki

quinta-feira, 12 de julho de 2018

terça-feira, 10 de julho de 2018

domingo, 8 de julho de 2018

Constelação.



Constelações são agrupamentos de estrelas aparentes, ou seja, imaginados desde tempos remotos por navegadores, poetas, astrônomos e outros. A princípio, esses observadores atribuíam formas a conjuntos de estrelas, imaginando “desenhos” de pessoas, objetos, animais e etc.
Há aproximadamente 30.000 anos, o céu e seus astros são observados pelos homens, conforme as mais antigas inscrições e construções em pedra que se referem ao assunto. Civilizações antigas como os Maias e Astecas, e povos da Babilônia, China, Índia, Astecas, Maias representaram as constelações nas primeiras cartas celestes, em um modelo bem rústico. Ao que parece, uma das primeiras utilidades da observação das estrelas, e da classificação das mesmas em constelações, foi a de ajudar a identificar as estações do ano.

A União Astronômica Internacional (UAI), convencionou, em 1922, as constelações em 88, sendo 12 delas as constelações zodiacais. A maioria delas inclui-se nas 48 constelações definidas por Ptolomeu em seu Almagesto, no século II; as outras foram definidas nos séculos XVII e XVIII, sendo que as mais recentes se encontram no céu meridional, definidas por Nicolas Louis de Lacaille em Coelum australe stelliferum (1763).
Existem também numerosas constelações históricas não reconhecidas pela UAI, bem como constelações reconhecidas em tradições regionais da astronomia ou astrologia, como a chinesa, a hindu ou a aborígine australiana.
Na antiguidade, as constelações tinham grande importância. Atualmente elas são utilizadas apenas pelos Astrônomos, para indicar direções no Universo e facilitar o reconhecimento do céu.
As 12 constelações zodiacais são localizadas através de uma linha imaginária, a Eclíptica, por onde a Lua, o Sol e os planetas fazem uma “viagem” de um ano, dando origem à astrologia, ou seja, aos signos.


Terminologia.

O termo do latim tardio constellātiō pode ser traduzido como "conjunto de estrelas". O termo foi inicialmente usado na astrologia, para asterismos que supostamente exerciam influência, atestados por Amiano Marcelino (século IV). No inglês médio, o termo foi usado a partir do século XIV, também na astrologia, para conjunções de planetas. O sentido astronômico moderno de "área da esfera celeste em torno de um asterismo específico" data da metade do século XVI.


Identificando uma constelação.

Das 88 constelações ocidentais, algumas são mais fáceis de identificar no céu noturno por causa de suas estrelas de maior brilho aparente. Uma constelação bastante fácil é a de Órion. Esta é uma das mais bonitas do céu noturno, e representa a figura mitológica
de um caçador ou de um guerreiro gigante em companhia de seus dois cães de caça
(representados pelas constelações de Cão Maior e Cão Menor).

Para encontrar Órion, o observador pode procurar no céu um conjunto de três estrelas
próximas de brilho parecido e enfileiradas, conhecidas como “Três Marias” (seus nomes
verdadeiros são: Alnilam, Alnitak e Mintaka). Estas fazem parte de Órion, sendo seu
cinto ou cinturão. Próximo ao cinturão é possível ver quatro estrelas brilhantes, duas
acima e duas abaixo do cinturão, formando uma figura que lembra asas de borboleta.


Constelações do Zodíaco.


O Zodíaco é uma faixa do céu limitada por dois paralelos de latitude celeste: um
situado a 8º ao norte e o outro a 8º ao sul da Eclíptica (linha central do Zodíaco). Nessa
faixa, passam sempre o Sol, a Lua e os planetas.
As 13 constelações chamadas de constelações zodiacais, que são: Peixes, Áries, Touro,
Gêmeos, Câncer, Leão, Virgem, Libra, Escorpião, Ofiúco, Sagitário, Capricórnio e
Aquário.
O Zodíaco possui importância apenas pelo fato de ser sobre ele que estão o Sol, a Lua e
os planetas. Na realidade, há 24 constelações localizadas na faixa zodiacal, algumas
totalmente inclusas, e outras em somente uma parte. Mas as que são atravessadas pela
Eclíptica são 13 constelações. Ofiúco não faz parte do zodíaco.


Constelações de nuvem escura.


A "Ema no céu", uma constelação definida por nuvens escuras em vez de estrelas. Uma
interpretação ocidental reconhece Crux (o Cruzeiro do Sul) acima da cabeça da ema e Scorpius
à esquerda. A cabeça da ema é a nebulosa do Saco de Carvão.


Regiões escuras da Via Láctea são mais visíveis e surpreendentes no hemisfério sul que
no norte. Elas se destacam nitidamente quando as condições da noite são tão escuras
que a região central da Via Láctea lança sombras no chão. Algumas culturas
distinguiram formas nessas áreas e deram nomes a essas "constelações de nuvem
escura".


Lista alfabética das constelações, em Latim e Português.

  • Andromeda, Andrômeda (mit.)
  • Antlia, Bomba de Ar
  • Apus, Ave do Paraíso
  •  Aquarius, Aquário
  • Aquila, Águia
  • Ara, Altar
  • Aries, Áries (Carneiro)
  •  Auriga, Cocheiro
  • Boötes, Pastor
  •  Caelum, Buril de Escultor
  •  Camelopardalis, Girafa
  •  Cancer, Câncer (Caranguejo)
  •  Canes Venatici, Cães de Caça
  • Canis Major, Cão Maior 
  • Canis Minor, Cão Menor
  •  Capricornus, Capricórnio (Cabra)
  •  Carina, Quilha (do Navio)
  •  Cassiopeia, Cassiopéia (mit.)
  •  Centaurus, Centauro
  •  Cepheus, Cefeu ( mit.)
  •  Cetus, Baleia
  •  Chamaeleon, Camaleão
  •  Circinus, Compasso
  •  Columba, Pomba
  • Coma Berenices, Cabeleira
  •  Corona Austrina, Coroa Austral
  •  Corona Borealis, Coroa Boreal
  •  Corvus, Corvo
  •  Crater, Taça
  •  Crux, Cruzeiro do Sul
  •  Cygnus, Cisne
  •  Delphinus, Delfim
  •  Dorado, Dourado (Peixe)
  •  Draco, Dragão
  •  Equuleus, Cabeça de Cavalo
  •  Eridanus, Eridano
  •  Fornax, Forno
  •  Gemini, Gêmeos
  • Grus, Grou
  •  Hercules, Hércules
  •  Horologium, Relógio
  •  Hydra, Cobra Fêmea
  •  Hydrus, Cobra macho
  •  Indus, Índio
  •  Lacerta, Lagarto
  •  Leo, Leão
  •  Leo Minor, Leão Menor
  •  Lepus, Lebre
  •  Libra, Libra (Balança)
  •  Lupus, Lobo
  •  Lynx, Lince
  •  Lyra, Lira
  •  Mensa, Montanha da Mesa
  •  Microscopium, Microscópio
  •  Monoceros, Unicórnio
  •  Musca, Mosca
  •  Normai, Régua
  •  Octans, Octante
  •  Ophiuchus, Ofiúco (Caçador de Serpentes)
  •  Orion, Órion (Caçador)
  •  Pavo, Pavão
  • Pegasus, Pégaso (Cavalo Alado)
  •  Perseus, Perseu (mit.)
  •  Phoenix, Fênix
  •  Pictor, Cavalete do Pintor
  •  Pisces, Peixes
  • Piscis Austrinus, Peixe Austral
  •  Puppis, Popa (do Navio)
  •  Pyxis, Bússola
  •  Reticulum, Retículo
  •  Sagitta, Flecha
  •  Sagittarius, Sagitário
  •  Scorpius, Escorpião
  •  Sculptor, Escultor
  •  Scutum, Escudo
  •  Serpens, Serpente
  •  Sextans, Sextante
  •  Taurus, Touro
  •  Telescopium, Telescópio
  •  Triangulum, Triângulo
  •  Triangulum Australe, Triângulo Austral
  •  Tucana, Tucano
  •  Ursa Major, Ursa maior
  •  Ursa Minor, Ursa Menor
  •  Vela, Vela (do Navio)
  •  Virgo, Virgem
  •  Volans, Peixe Voador
  • Vulpecula, Raposa 
Retirado do site: http://www.infoescola.com/astronomia/constelacao/

http://pt.wikipedia.org/wiki/Constela%C3%A7%C3%A3o

http://astro.if.ufrgs.br/const.htm

http://www.observatorio.ufmg.br/dicas13.htm

sexta-feira, 6 de julho de 2018

quarta-feira, 4 de julho de 2018

segunda-feira, 2 de julho de 2018

Related Posts with Thumbnails