quinta-feira, 22 de julho de 2021

A vida de Júlio Verne.

                                    

Jules Gabriel Verne ou simplesmente Júlio Verne, foi um famoso escritor francês e dito por muitos críticos literários como o criador do gênero de ficção científica, visto que seus livros sempre traziam algum avanço científico, dizendo até que ele previu esses grandes avanços do século XX.

Alguns desses avanços foram o submarino como no livro 20 mil léguas submarinas (1870), a viajem a Lua como no livro Da Terra à Lua (1865), o helicóptero como no livro Robur, o Conquistador (1886).

Um pouco da vida de Júlio Verne.

Júlio Verne nasceu em Nantes na França em 8 de fevereiro de 1828, sendo ele o primogênito de cinco irmãos e seu pai Pierre Verne era magistrado de Provins, sendo que Júlio Verne iria se formar em direito em 1864 para seguir os passos de seu pai. Por morar próximo ao porto e das docas isso deve ter contribuído para a criação e desenvolvimento da imaginação do autor sobre viagens para outras terras e como deve ser a vida no alto mar, também influenciando nos perigos que possam existir por lá.

Júlio Verne desistiria da carreira de advogado e começa a seguir a carreira de escritor, embora seu pai odiasse a ideia Verne continuou seguinte seu sonho, escrevendo no início livretos para operas e pequenas histórias para viagens, sendo que em 12 de junho de 1850 uma de suas peças estreia no teatro.

1857 se casa com Viane Morel, e em 1861 tem seu filho Michel Jean Pierre Verne e começa a fazer sucesso e fortuna com seus livros.



Em 9 de Março de 1886 levou dois tiros em frente de sua casa, o atirador era seu sobrinho Gaston, ninguém sabe do porquê seu sobrinho decidiu atirar no seu próprio tio, mas Gaston foi considerado louco e acabou internado em um manicômio até o final de sua vida. Os tiros não foram fatais atingiram seu ombro e o tornozelo o que deixou manco.

Nos últimos anos de vida Júlio Verne começou a escrever sobre como as pessoas usavam de forma errada as máquinas e as tecnologias de maneira a prejudicar o meio ambiente. Júlio Verne faleceu em 24 de março de 1905 aos seus 77 anos em Amiens, França e foi sepultado no cemitério de La Madeleine.

Suas obras.


Júlio Verne se associou ao Pierre-Jules Hetzel, grande editor que trabalhava com grandes escritores, a parceria dos dois duraria 20 anos. Verne graças ao Hetzel conheceu Félix Nadar um cientista conhecedor em navegação aérea e balonismo os dois se tornaram grandes amigos, e ao longo do tempo Nadar apresentou seu círculos de amigos cientistas a Verne, ao qual as conversas deles inspirariam ideias a seus futuros livros.

As obras de Júlio Verne desde o início geravam dúvidas, pois não sabiam se tratar da algo real ou uma ficção, como no seu primeiro grande livro intitulado Cinco semanas em um balão ao qual relata uma viajem ao continente Africado feita de balão possuindo com precisão coordenadas geográficas, culturas, animais, fazendo os leitores questionarem se tudo aquilo era um relato ou uma ficção.

O último livro escrito por Júlio Verne foi O senhor do mundo (1904), sendo esse uma continuação de Robur, O Conquistador (1886).

Recomendações.

As extraordinárias viagens de Júlio Verne.

 Conheça as incríveis aventuras de Júlio Verne com os livros: Da Terra à Lua, A ilha misteriosa, Cinco semanas em um balão, Vinte Mil Léguas Submarinas, A Volta ao Mundo em 80 Dias e Viagem ao Centro da Terra. O autor antecipou as tecnologias do século XX em suas histórias e é considerado um dos grandes nomes da ficção científica. Kit com 6 livros: Da Terra à Lua, A ilha misteriosa, Cinco semanas em um balão, Vinte Mil Léguas Submarinas, A Volta ao Mundo em 80 Dias e Viagem ao Centro da Terra.





Grandes Obras de Júlio Verne - Caixa Capa dura.

Uma coleção que propõe tornar grandes obras literárias mais acessíveis a todos os leitores. Não se trata de resumo nem de trechos escolhidos, mas do próprio texto cuidadosamente reduzido, de forma a deixar intacto o fio da narrativa, o tom, o estilo e o ritmo do autor.Em Grandes obras de Júlio Verne, três obras-primas do mestre da aventura ganham versão concisa. Vinte mil léguas submarinas (1870) nos apresenta o famoso capitão Nemo e seu inovador submarino, numa criação visionária do escritor francês. Em A volta ao mundo em 80 dias (1872), o rico lorde inglês Phileas Fogg parte para uma jornada fantástica depois de fazer uma aposta audaciosa. E A ilha misteriosa (1874) narra a façanha de cinco abolicionistas norte-americanos que fogem em um balão e passam cinco dias viajando, até caírem em uma ilha desconhecida.




Imagens do Google.

Nenhum comentário:

Postar um comentário