Yu-gi-oh!

Yu-gi-oh!
dragão branco de olhos azuis, dragão luminoso de olhos azuis e dragão supremo de olhos azuis.

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Astronomia.


A Astronomia é uma ciência natural que estuda corpos celestes e fenômenos que se originam fora da atmosfera da Terra. Ela está preocupada com a evolução, a física, a química, e o movimento de objetos celestes, bem como a formação e o desenvolvimento do universo.
A astronomia é uma das mais antigas ciências. Culturas pré-históricas deixaram registrados vários artefatos astronômicos, como Stonehenge, os montes de Newgrange, os menires. As primeiras civilizações, como os babilônios, gregos, chineses, indianos, iranianos e maias realizaram observações metódicas do céu noturno. No entanto, a invenção do telescópio permitiu o desenvolvimento da astronomia moderna. Historicamente, a astronomia incluiu disciplinas tão diversas como astrometria, navegação astronômica, astronomia observacional e a elaboração de calendários.
Durante o século XX, o campo da astronomia profissional foi dividido em dois ramos: a astronomia observacional e a astronomia teórica. A primeira está focada na aquisição de dados a partir da observação de objetos celestes, que são então analisados utilizando os princípios básicos da física. Já a segunda é orientada para o desenvolvimento de modelos analíticos que descrevem objetos e fenômenos astronômicos. Os dois campos se complementam.

Os astrônomos amadores têm contribuído para muitas e importantes descobertas astronômicas. A astronomia é uma das poucas ciências onde os amadores podem desempenhar um papel ativo, especialmente na descoberta e observação de fenômenos transitórios.
A Astronomia não deve ser confundida com a astrologia, sistema de crença que afirma que os assuntos humanos estão correlacionados com as posições dos objetos celestes.


Historia.

750 a.C. - Os egípcios começam a utilizar o movimento do sol para contar o tempo. Surgem os primeiros relógios de Sol. 

600 a.C. - O pesquisador grego Tales de Mileto calcula e consegue prever a chegada de um eclipse. 
350 a.C. - O matemático grego Eudoxo de Cnidos elabora o primeiro mapa astronômico. 
240 a.C. - O grego Eratóstenes faz o primeiro cálculo da circunferência do planeta Terra e chega a conclusão que está distância é de 39.690 km. 
140 - Claudius Ptolomeu, pesquisador grego, elabora o primeiro modelo do universo: a Terra ficaria no centro e os planetas e estrelas girariam em torno dela. 
1054 - Na China, observadores de estrelas relatam, pela primeira vez, a morte de uma estrela na constelação de Touro.
1304 - O pintor renascentista italiano Giotto faz uma pintura retratando um cometa.
1472 - O astrônomo alemão Johann Müller elabora, com detalhes, estudos sobre a
órbita de um cometa.

1543 - Nicolau Copérnico, astrônomo polonês, desenvolve estudos provando a teoria
do heliocentrismo. De acordo com ela, todos os planetas do sistema solar giram ao
redor do Sol. Esta tese é apresentada no livro Sobre a Revolução dos Corpos Celestes.
Embora não aceita pela Igreja Católica, a teoria passar ser um referencial nas pesquisas
astronômicas, pois derruba a visão de Ptolomeu sobre o Universo.

1610 - O italiano Galileu Galilei desenvolve um instrumento parecido com um
telescópio para observar os astros.

1845 - O irlandês William Parsons elabora o maior telescópio de sua época e descobre
as primeiras galáxias espirais.

1851 - O físico francês Jean-Bernard-Leon Foucault comprova o movimento de rotação
do planeta Terra.

1862 - O físico sueco Anders Jonas Angströn descobre que o Sol contém hidrogênio em
sua composição.

1929 - O astrônomo norte-americano Edwin Powell Hubble descobre que as galáxias
afastam-se uma das outras. É a semente para a Teoria do Big Bang, a explosão inicial
que deu origem ao Universo.

1963 - O norte-americano Maarten Schmidt faz descobertas sobre os quasares, os
astros mais distantes e mais poderosos que existem no universo.

1964 - Os astrônomos Arno Allan Penzias e Robert Woodrow Wilson detectam a luz
originária da explosão do Big Bang há 13 bilhões de anos.

1967 - O astrônomo inglês Anthony Hewish consegue captar sinais de rádio do
primeiro pulsar, uma espécie de estrela que emite radiação no formato de pulsos
regulares.

1971 - O pesquisador canadense C.T. Bolt detecta a existência dos buracos negros que
concentram a maior quantidade de matéria do Universo.

1975 - O físico inglês Stephen Hawking conclui que um buraco negro pode evaporar,
perdendo nesse processo uma pequena quantidade de massa.

1987 - O astrônomo canadense Ian Shelton consegue a primeira supernova próxima da
Terra. As supernovas são explosões de grandes estrelas próximas à morte.

1992 - O telescópio orbital Cobe consegue fotografar, com grande precisão, o brilho do
Big Bang.

1999 - Os astrônomos, após observações e imagens do telescópio Hubble, comprovam
que o Universo está se expandindo há 13 bilhões de anos, ou seja, desde o momento
do Big Bang.


Atuação profissional.

Em 2006 foi instituída, no estado do Rio de Janeiro, a data de 2 de dezembro como o
Dia do Astrônomo. A data coincide com o aniversário do imperador Dom Pedro II, que
era um conhecido incentivador da Astronomia. Segundo o censo realizado pela Sociedade Astronômica Brasileira, em maio de 2011 havia 340 doutores em Astronomia atuando como pesquisadores no Brasil. Dia 9 de janeiro comemora-se o Dia do Astronauta.


Retirado do site: http://pt.wikipedia.org/wiki/Astronomia

http://www.suapesquisa.com/astronomia/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails